7 músicas da MPB cujas letras não fazem muito sentido

Caetano Veloso e outros artistas contam com canções de letras um tanto quanto inusitadas. Imagem: Pablo Porciuncula
Caetano Veloso e outros artistas contam com canções de letras um tanto quanto inusitadas. Imagem: Pablo Porciuncula

Lotadas de termos poéticos, algumas canções são dificilmente interpretadas.

Usando e literalmente abusando da licença poética, muitas canções da MPB (Música Popular Brasileira) são de difícil interpretação e até mesmo lógica para aqueles que a escutam.

1

'Açaí' - Djavan

A canção composta e interpretada por Djavan em 1982, intriga muitos ouvintes e fãs do cantor mesmo mais de 30 anos após sua criação.

2

'Refazenda' - Gilberto Gil

A canção que conta a suposta história de um abacateiro, é de acordo com Gil, uma forma de abordar o diálogo com a natureza.

3

'Qualquer Coisa' - Caetano Veloso

Lançada no ano de 1975, a música conta com uma série de versos enigmáticos que isolados e até mesmo juntos, não fazem sentido.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo