No início do ano, surgiram rumores sobre um dos próximos lançamentos da Motorola: um smartphone dobrável. Porém, nessa quarta-feira (27), a gigante americana da telefonia e informática confirmou que está desenvolvendo um aparelho de telefone móvel com tela flexível, que seria muito semelhante aos modelos flip.

A fabricante contou para o site Engadget que já está trabalhando no modelo dobrável, e que a previsão de lançamento será próxima à data de outras grandes empresas que também prometeram smartphones com a tecnologia das telas dobráveis.

Isso significa que as novidades podem chegar ao comércio no segundo semestre do ano, uma vez que a sul-coreana Samsung vai lançar o aguardado Galaxy Fold em abril de 2019, enquanto a chinesa Huawei revelou que o modelo Mate-X vai chegar entre os meses de junho e agosto.

No entanto, a Motorola afirma que seu smartphone dobrável não terá uma tela externa, como apresentam os modelos da Samsung e da Huawei. Uma patente recém-descoberta da fabricante apresenta um aparelho flexível que funciona na dinâmica dos antigos modelos de telefone móvel com tampa que abrem e fecham.

Smartphones dobráveis

A Motorola não descarta a possibilidade de desenvolver outras soluções para seus aparelhos dobráveis, como uma tela que se dobra mais de uma vez, permitindo o desenvolvimento de smartphones ainda menores.

Porém, quem lançou a tendência dos aparelhos de telefone móvel com telas dobráveis foi a fabricante chinesa Rouyu Technology. O modelo da empresa oriental se chama FlexPai, conta com tela AMOLED de 7,8 polegadas e tem espessura de 7,6 mm.

Este dispositivo ainda não é comercializado no ocidente e foi apresentado durante o evento Consumer Electronic Show (CES) de 2019.

Novo modelo é parecido com o famoso Motorola V3

A patente apresentada pela fabricante americana tem um design semelhante aos antigos telefones RAZR da marca. No Brasil, o modelo ficou muito conhecido como Motorola V3, sucesso de vendas nos anos 2000, antes mesmo do lançamento do sistema operacional Android.

Anos atrás, o celular mais cobiçado da empresa contava com cores vibrantes e acabamento metalizado.

O novo modelo, por sua vez, segue em fase de testes. Além disso, a produção do smartphone dobrável da Motorola pode ser limitada a apenas 200 mil unidades. Informações apontam que o novo V3 vai custar por volta de US$ 1,5 mil, ou seja, cerca de R$ 3,8 mil.

A intenção da empresa pode ser atender aos usuários que querem telefones móveis dobráveis e também agradar os clientes saudosistas que preferem modelos menores --como o smartphone dobra ao meio, vai ser mais fácil guardar o aparelho nos bolsos.

Não perca a nossa página no Facebook!