O cãozinho Gus não possui a capacidade de mexer as patas dianteiras. Devido a isso, recentemente ganhou uma prótese, semelhante a uma prancha de snowboard, com adaptações que o permitem esquiar. Graças a isso, Gus poderá acompanhar Melody Rizzonico, a sua dona, às viagens que ela fará pelas montanhas do Colorado, nos Estados Unidos.

Melody e Gus vivem na cidade de Laramie, no estado de Wyoming. Em entrevista ao jornal local Laramie Boomerang, a mulher relatou que decidiu adotar Gus assim que viu uma foto dele, há mais ou menos um ano.

Um cachorro único

O que chamou a atenção de Melody e motivou a adoção do cão Gus foi o fato de que o cachorrinho tenha nascido com as patas dianteiras com má-formação, o que impossibilitava seus movimentos. Ao longo da vida de Gus, ele ainda precisou ter uma dessas patas amputadas.

Apesar de todas as dificuldades vivenciadas por Gus desde filhotinho, o cãozinho nunca perdeu o bom humor. Melody relata que desde que o levou pra casa, Gus sempre se mostrou feliz. Desse modo, sua dona o descreve como um cachorro de bem com a vida, o que pode servir de lição para muitos seres humanos, uma vez que Gus lida com dificuldades reais e bastante limitadoras.

No entanto, isso ainda não é o bastante para que ele seja infeliz.

Gus aguarda prótese

A prótese de Gus foi feita por uma empresa especializada e que fica localizada no estado da Virgina, nos Estados Unidos, há cerca de 2,7 mil quilômetros de Laraime. A dona do cachorro, Melody viajou até o local em questão para que pudesse fazer encomenda de uma adaptação da prancha para o cachorro.

Assim como todo período de adaptação, a dona de Gus relata que o início com a prótese não foi fácil.

Dessa forma, foi necessário algum tempo até que Gus se acostumasse a utilizá-la. Porém, uma vez que o cãozinho pegou o jeito, ele passou a brincar com os outros cães enquanto a utilizava, incluindo os outros dois cães de Melody, Gertie e Gunner.

No momento, Gus e Melody estão esperando por uma nova adaptação da prancha de snowboard. Dessa vez, ao invés de ser pensada para a neve, a peça deverá contar com rodas, de modo que o cão possa se locomover normalmente pela casa em que vive, tal como um pequeno skate.

Atualmente, Gus se movimenta com a ajuda de uma cadeira de rodas própria para cachorros, mas a peça está um pouco grande para ele, de forma que a necessidade de se pensar outra maneira para a locomoção de Gus se mostrava mais do que necessária.

Porém, enquanto essa adaptação não fica pronta, Gus e Melody já planejam estrear a outra versão: a dupla pretende se divertir esquiando muito em breve, uma vez que as previsões do tempo apontam para uma frente fria, responsável por levar a neve ao estado de Wyoming ainda essa semana.

Siga a página Curiosidades
Seguir
Siga a página Opinião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!