10 casais com mais química nas novelas mexicanas desta década

Casais marcantes nas novelas. (Fotomontagem/Divulgação/Televisa)
Casais marcantes nas novelas. (Fotomontagem/Divulgação/Televisa)

Grandes telenovelas dependem, necessariamente, de grandes pares românticos.

Não perca as atualizações mais recentes
Clique nos tópicos de interesse e comece a segui-los. Nós vamos sempre te manter atualizado com as principais notícias.
clique para ver o vídeo
Melhores casais das novelas mexicanas nesta década

Nesta década, a Televisa produziu inúmeros folhetins de sucesso, e todos eles têm uma característica em comum: a presença de grandes pares românticos. Ordem da lista é crescente no quesito química.

1

Marina e Damián (La Tempestad)

Começamos a lista com o casal que tem menos química na lista. Ximena Navarrete e William Levy foram os protagonistas da novela de 2013, que foi um retumbante fracasso. O casal protagonista, no entanto, conseguiu se salvar. (Reprodução/Televisa)

2

Juliana e Valentina (Amar a Muerte)

O casal de mulheres em "Amar a Muerte", de 2018, certamente pegou o público de surpresa. Não pelo fato de ser um casal gay, mas sim pela química impressionante que demonstraram em cena. (Reprodução/Televisa)

3

Paulina e Adrián (A Que No Me Dejas)

Os personagens de Camila Sodi e Osvaldo Benavides viveram uma intensa história de amor na novela "A Que No Me Dejas", de 2015. (Divulgação/Televisa)

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Novelas
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!