5 curiosidades sobre 'The Handmaid's Tale: O Conto da Aia'

'The Handmaid's Tale: O conto da aia' já está em sua quarta temporada (Arquivo Blasting News)
'The Handmaid's Tale: O conto da aia' já está em sua quarta temporada (Arquivo Blasting News)

A série foi inspirada no livro da autora canadense Margareth Atwood publicado com o título ' O Conto da Aia' em 1985

Não perca as atualizações mais recentes
Clique nos tópicos de interesse e comece a segui-los. Nós vamos sempre te manter atualizado com as principais notícias.
clique para ver o vídeo
5 atores famosos que estão na série 'Bom dia, Verônica', da Netflix

A série "The Handmaid's Tale: O Conto da Aia" tem como tema um futuro distópico e até mesmo aterrorizante, pelo menos para as mulheres, já que nesse futuro elas são tratadas como cidadãs de segunda classe e usadas como objetos de procriação no caso das Aias.

O enredo da história mostra como um vírus deixou muitas mulheres inférteis e isso fez a constituição americana dar lugar a Bíblia. As mulheres que ainda tinham o dom da fertilidade foram capturadas e usadas como escravas sexuais, para procriarem para seus senhores.

Separamos aqui algumas curiosidades sobre a série "The Handmaid's Tale".

1

Sexo a três mas sem o consentimento de uma das partes

A autora do livro que deu origem a série, o escreveu depois de ler o versículo da Bíblia que fala sobre como Raquel, que não podia ter filhos, deu Bila, sua serva a Jacó para que ele a engravidasse e desse assim filhos a ela, a condição é que Bila se deitaria entre as pernas de Raquel no momento em que Jacó a possuísse. Assim surgiu uma das cenas mais chocantes de "The Handmaid's Tale". Um ritual é feito, onde o comandante lê o versículo da Bíblia aqui citado e eles reproduzem a cena.

Ver essa foto no Instagram

Please enjoy this montage of June kicking ass and taking names. ✊

Uma publicação compartilhada por The Handmaid's Tale (@handmaidsonhulu) em

2

Ninguém deve se falar mais que o necessário

As roupas usadas pelas Aias são compostas de uma capa longa vermelha, um vestido longo na mesma cor e um chapéu branco com abas que bloqueiam a visão lateral das Aias. O look, de acordo com Margareth Atwood, foi inspirado em Maria Madalena, que é retratada como uma pecadora pela Bíblia, em obras de arte ela é sempre retratada usando vermelho. As Aias não podem ter conversas paralelas, além dos cumprimentos pré estabelecidos pelo novo poder.

Ver essa foto no Instagram

Heads d̶o̶w̶n̶ up. 👆

Uma publicação compartilhada por The Handmaid's Tale (@handmaidsonhulu) em

Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Seriados
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!