6 polêmicas abordadas em 'Mulheres Apaixonadas', que volta ao ar no canal Viva em agosto

'Mulheres Apaixonadas' substituirá a novela 'O Clone'. (Arquivo Blasting News)
'Mulheres Apaixonadas' substituirá a novela 'O Clone'. (Arquivo Blasting News)

Sucesso de Manoel Carlos em 2003, 'Mulheres Apaixonadas' aborda vários temas polêmicos, como alcoolismo e violência doméstica

Não perca as atualizações mais recentes
Clique nos tópicos de interesse e comece a segui-los. Nós vamos sempre te manter atualizado com as principais notícias.
clique para ver o vídeo
5 atrizes brasileiras que comemoram aniversário em outubro
1

Violência doméstica

Um dos temas abordados em "Mulheres Apaixonadas" foi a violência doméstica. A professora de Educação Física Raquel (Helena Ranaldi) acaba se mudando de São Paulo para o Rio de Janeiro para fugir de seu ex-marido violento, Marcos (Dan Stulbach), que inferniza a vida dela, batendo nela com uma raquete de tênis. (Reprodução/TV Globo)

2

Homossexualismo

Outro tema abordado em "Mulheres Apaixonadas" foi o homossexualismo. O envolvimento entre Clara (Alinne Moraes) e Rafaela (Paula Picarelli) causou muita polêmica na escola onde elas estudavam. Na trama, o romance era interrompido por Paulinha (Ana Roberta Gualda), que tinha inveja da relação entre as duas. (Reprodução/TV Globo)

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Novelas
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!