Begin
5

Maitê Proença

Em uma participação recente numa live do Instagram, Maitê contou que contraiu a Covid-19, mas preferiu não contar a ninguém.

Ver essa foto no Instagram

É um fenômeno do boxe. Única pessoa a ter ganho oito medalhas no campeonato mundial amador, Mary Kom foi também a primeira mulher indiana a ter ganho uma medalha de boxe na história dos Jogos Olímpicos. Foi também considerada a melhor boxeadora do mundo pela Associação Mundial de Boxe. Mary Kom nasceu em 1983, na Índia. Interessada por esportes desde as primeiras aulas de Educação Física na escola, Mary Kom decidiu se mudar para a capital do estado para estudar e praticar esportes. Kom manteve sua paixão por boxe escondida da família, pois seu pai temia que ela machucasse o rosto e perdesse as chances de arrumar um bom casamento. Casou-se. O casamento e a maternidade (Kom é mãe de gêmeos!) fizeram com que a atleta desse uma pausa na carreira. Ao retomar, entre 2008 e 2018, Kom conquistou seis medalhas de ouro nos campeonatos mundiais de boxe, sendo a mulher mais premiada do mundo. Com uma medalha de prata e outra de bronze em mundiais, Mary Kom se torna a pessoa mais premiada da história dos campeonatos, independente do gênero. Em 2012, Mary Kom se classificou para as Olímpiadas e voltou com uma medalha de bronze para a casa. Além de boxeadora, Mary Kom também é ativista pelos direitos dos animais em associação com o PETA. . E Feliz dia das crianças🍦🎈 . #marykommf #marykom #mulherdefibra #boxeadoras #boxe #atletasolímpicas #ativista #peta

Uma publicação compartilhada por Maitê Proença (@eumaiteproenca) em