As crianças estão cada dia mais conectadas, seja com smartphones, tablets ou computadores, e tem acesso ao conteúdo da web, onde a preferência da maioria é pelo YouTube.

Milhares de vídeos no YouTube parecem versões originais dos desenhos animados preferidos das crianças, mas contém conteúdo inapropriado. São os chamados "Falsos Desenhos", ou "Desenhos Fake".

Pessoas mal-intencionadas criam canais no YouTube, com indicação infantil em seus perfis, e postam vídeos que no início parecem inofensivos, mais que ao dar o play é possível ver cenas ofensivas e nada apropriadas para crianças.

Publicidade
Publicidade

Esses canais se utilizam de personagens como por exemplo Peppa Pig, Frozen, Homem Aranha, Minions, para incitar a violência, mutilação, estimular a sexualidade e pornografia, praticar atitudes que colocam medo e dar mau exemplo.

Os vídeos às vezes são de falsas animações, ou contém pessoas fantasiadas, onde os personagens batem e lutam um com outro, furam a mão com agulhas, portam armas de fogo, fumam, mostram injeções enormes, alguns contém aranhas e cobras gigantescas, e em outros é possível ouvir o som de criança chorando ao fundo.

Publicidade

As crianças que são inocentes e ainda estão em fase de aprendizado, ao ver essas paródias com atitudes nada adequadas de seus personagens favoritos, podem achar que ter aquele tipo de atitude é permitido.

Os pais devem sempre estar atentos e monitorando o que os filhos estão assistindo, pois às vezes na sequência de um vídeo real, pode ter um falso desenho. Importante também é que, quando encontrarem um vídeo com esse tipo de conteúdo, os pais efetuem denúncia ao YouTube para que a plataforma providencie o bloqueio e retirada do vídeo do ar.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Tecnologia

Como tentar proteger as crianças dos "Falsos Desenhos"

O Youtube dispõe de uma versão especifica para as crianças chamado "YouTube Kids". Ao instalar o aplicativo os pais podem escolher que tipo de vídeo o filho poderá assistir e escolher a idade indicativa, dessa forma, quando a criança acessar o aplicativo estará disponível para assistir somente o escolhido como recomendado.

Entretanto, apesar do aplicativo promover uma filtragem dos vídeos impróprios, alguns ainda passam desapercebidos, já que as pessoas mal-intencionadas classificam seus canais como infantis para agir, e os pais, ao perceberem um vídeo inadequado, devem bloqueá-los individualmente para que a criança não tenha mais acesso.

Portanto, mesmo o YouTube Kids sendo um aplicativo para tentar proteger os filhos desses conteúdos inadequados, pode acontecer de aparecer algum "falso desenho" e os pais devem estar sempre atentos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo