Palmeiras e Atlético-MG vem movimentando o mercado de transferências [VIDEO] nacional nos últimos dias. O clube paulista contratou o meio campista Lucas Lima junto ao Santos, o lateral-esquerdo Diogo Barbosa, do Cruzeiro, e o zagueiro Emerson Santos, do Botafogo. Além das contratações, o Verdão conseguiu negociar o lateral-esquerdo Egídio e o volante Arouca. Já o Atlético-MG anunciou, na tarde de ontem (22) a contratação do atacante Ricardo Oliveira, que não renovou contrato com o Santos.

Esses dois clubes agora tentam fechar uma troca que seria boa para ambas as equipes. O Palmeiras tem a intenção de se desfazer de Roger Guedes.

O jogador foi essencial para o titulo brasileiro de 2016, mas na temporada deste ano se tornou uma dor de cabeça para o clube. Chegou a ser afastado do elenco durante alguns dias e não participou da maioria dos jogos da equipe no Brasileirão.

Outro jogador que não está nos planos do alviverde paulista é o lateral-direito João Pedro. O jogador disputou o Campeonato Brasileiro deste ano pela Chapecoense por empréstimo. João faz parte do grupo de jovens jogadores que foram “queimados” pelos dirigentes do Palmeiras na horrorosa temporada do centenário em 2014.

Com esses dois jogadores como moeda de troca, o Palmeiras pretende adquirir Marcos Rocha, desejo antigo do clube paulista. Segundo o portal de notícias UOL, as Negociações entre os dois clubes estão em andamento e podem ter desfecho a qualquer momento.

Marcos Rocha tem 29 anos e uma bela bagagem, criado nas bases do Galo o jogador foi emprestado algumas vezes pelo time mineiro [VIDEO] até se firmar. Nesses empréstimos passou pelo Uberlândia, time mineiro, CRB, Ponte Preta, onde disputou o Campeonato Paulista de 2010. Após o Paulistão, foi repassado ao América-MG, onde despontou na serie B do Campeonato Brasileiro. Pelo Coelho, o lateral foi destaque e ganhou por duas vezes o troféu Guará de melhor lateral, disputando 69 partidas e marcando cinco gols pelo clube.

Marcos Rocha chegaria para a carente e contestada lateral direita do Palmeiras. Durante a temporada de 2016, o clube jogava com Jean naquela lateral, pois o técnico Cuca possuía uma estratégia onde o jogador e o volante Tchê Tchê se alternavam durante o jogo na posição. Esse fator sumiu durante 2017, nem Jean nem Tchê Tchê conseguiram desempenhar bons jogos, o que levou o clube paulista a contratar Mayke, do Cruzeiro. Muito inconstante e com alguns erros, o lateral vindo do Cruzeiro não caiu nas graças da torcida, o que fez o clube paulista ir atrás de um novo lateral direito para compor o elenco.