Com um investimento astronômico para esta temporada, o Flamengo estreia nesta terça-feira (5) na Copa Libertadores da América, contra o San José, da Bolívia. O time brasileiro vai com força máxima em busca de iniciar com o pé direito a competição continental e também de tentar apagar os péssimos resultados que vem tendo em Libertadores nos últimos anos. Vale ressaltar que nas ultimas três vezes que disputou o torneio, em duas o clube não passou da fase de grupos (2014 e 2017) e na edição do ano passado foi eliminado nas oitavas de final diante do Cruzeiro (placar de 2 a 1 no agregado dos dois jogos).

Publicidade
Publicidade

Em seu último dia de treinos antes do jogo, o técnico Abel Braga apostou em adaptar seus jogadores a altitude boliviana. Serão pesados 3,7 mil metros de altitude na cidade de Oruro. Por isso o treinador fez diversos trabalhos de troca de passes e jogadas aéreas, para que tanto ataque quanto defesa se acostumassem o melhor possível a altitude. Essa preparação é de grande importância visto que o Mengão enfrentará a altitude também contra a equipe da LDU, no Equador no dia 24 de abril, jogo também válido pela Libertadores da América.

Gabigol é esperança de gols. (Arquivo Blasting News)
Gabigol é esperança de gols. (Arquivo Blasting News)

Contra a equipe equatoriana a altitude será de 2,8 mil metros, bem menor do que a da partida desta terça-feira (5).

Com esse treino mais “leve” o técnico Abel Braga não deu nenhum indicio de qual será a escalação que entrará em campo, porém muito se acredita de que ele não irá fugir muito do que vem utilizando no Campeonato Carioca. Por isso a provável escalação do Flamengo deve ser a mesma que derrotou a Portuguesa-RJ por 3 a 1 na última quinta-feira (28) com: Diego Alves, Pará, Léo Duarte, Rodrigo Caio, Renê, Cuéllar, Willian Arão, Diego, Bruno Henrique, De Arrascaeta e Gabriel Barbosa (Gabigol).

Publicidade

O adversário

A equipe do San Jose também vem de vitória na última quinta-feira, a equipe do San José derrotou o Sport Boys pelo Campeonato Boliviano pelo placar de 2 a 1, a equipe ocupa a sexta posição da competição com 14 pontos somados em 10 jogos disputados.

Em uma rápida análise é possível ver que no papel (e no valor de mercado) o time do Flamengo é bem superior a equipe boliviana, porém a altitude pode ser um importante ponto a favor dos bolivianos e pode atrapalhar e muito a equipe brasileira, que ainda não tem um padrão de jogo formado, ainda não possui uma identidade própria, como possui por exemplo as equipes do Grêmio, Palmeiras e Cruzeiro, por isso é necessário cautela por parte rubro negra para que assim possa fazer valer o peso de seu elenco e sair da Bolívia com um bom resultado.

Leia tudo e assista ao vídeo