Após a tragédia da semana passada, quando um incêndio no Ninho do Urubu, em Vargem Grande, zona oeste do Rio, ocasionou a morte de dez jogadores das categorias de base do Flamengo, muitos acreditavam que o Fluminense teria uma vantagem psicológica no clássico de quinta, às 20h30 (de Brasília), no Maracanã, válido pelas semifinais da Taça Guanabara, segundo turno do Campeonato Carioca. Em entrevista coletiva, o técnico tricolor Fernando Diniz, porém, descartou tal possibilidade.

Segundo ele, quem for melhor ao longo dos noventa minutos será o vencedor.

"Não gostaria de associar a tragédia com o jogo. Ele vai acontecer e quem for melhor vai ganhar", comentou Diniz, lembrando que o acontecimento da última sexta também afetou a todos no Flu. "Isso que aconteceu é algo que transcende ao Futebol. A tragédia foi sobre a vida das pessoas. A sociedade tem de saber usar o que aconteceu para evitar que se repita.

Fiquei muito entristecido, mexe com a gente", resumiu.

Pelo fato de ter tido desempenho inferior ao Flamengo na fase de classificação, o Fluminense só se garante na decisão da Taça Guanabara com uma vitória. Mesmo assim, Fernando Diniz assegura manter o estilo de jogo do seu elenco. "Nosso estilo segue em todas as situações. Temos de tomar muito cuidado com o Flamengo. Eles têm grandes jogadores, um grande investimento e um treinador estrategista. Estamos atentos", concluiu o técnico.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol PaixãoPorFutebol

Gilberto treina, mas não estará em campo no Fla-Flu

Os jornalistas só tiveram acesso ao CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, na parte final do treinamento do Fluminense, mas puderam observar o lateral-direito Gilberto, que não atua desde agosto do ano passado, aprimorando as cobranças de faltas sem demonstrar qualquer tipo de incômodo no tornozelo direito, local onde se contundiu na derrota de 2 a 1 para o Cruzeiro, em Belo Horizonte, pelo Campeonato Brasileiro de 2018.

A presença de Gilberto gerou um comentário de que ele poderia a ser surpresa do Tricolor no clássico contra o Flamengo, mas segundo o técnico Fernando Diniz, o atleta ainda precisará de um tempo para ficar novamente à disposição.

"O departamento médico faz um trabalho fantástico com o Gilberto, que participa de alguns treinamentos comigo. Não quero dar previsão para não frustrar torcedor. Está evoluindo muito bem", explicou o treinador em entrevista coletiva

Além de Gilberto, Pedro, que se lesionou também diante do Cruzeiro e se submeteu a uma intervenção cirúrgica, segue entregue à preparação física e sem previsão de retorno.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo