A segunda-feira (18) amanheceu amarga para Roger Federer e os seus milhares de fãs ao redor de todo mundo. O suíço não disputou na semana passada o ATP 500 de Roterdã, na Holanda, e caiu no ranking, já que em 2018 Federer havia sido campeão do torneio nos Países Baixos. Com a atualização semanal do ranking da ATP, o tenista de 37 anos desceu um degrau e apareceu nesta manhã na sétima colocação. Este é o pior ranking de Roger Federer nos últimos dois anos.

Federer perdeu 500 pontos e agora está 90 pontos atrás de Kei Nishikori, novo número 6 do mundo.

O japonês caiu nas semifinais de Roterdã após ser superado pelo suíço Stan Wawrinka (41º). O francês Gael Monfils (23º) foi o campeão do torneio.

Roger Federer não entra em quadra desde o dia 20 de janeiro quando foi eliminado por Stafanos Tsitsipas nas oitavas de final do Aberto da Austrália. O maior campeão da história dos Grand Slams tem o seu retorno marcado às competições marcado para a próxima semana, no ATP 500 de Dubai. Se ele vencer esta competição, resumirá a quinta colocação no ranking.

Roger entrará no torneio como cabeça de chave número 2, atrás exatamente de Nishikori, que será o principal cabeça de chave do torneio. O croata Marin Cilic (10º), o russo Karen Khachanov (11º), o grego Stafanos Tsitsipas (12º), o croata Borna Coric (13º) e o canadense Milos Ranic (14º) são outros grandes nomes que estarão presentes em Dubai.

O próximo grande torneio marcado no calendário de Federer na temporada acontecerá no início do mês de março, no Masters 1000 de Indian Wells, que começa no dia 7, no estado da Califórnia, nos Estados Unidos.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Tênis

Em Dubai Federer pode vencer o seu 100º título

Sete vezes campeão em Dubai, Federer optou por não disputar o torneio em 2018, mas retorna nesta temporada. Esta pode ser uma competição que marcará a história de um dos maiores, se não o maior, tenista de todos os tempos. Caso erga a taça em Dubai, este será o 100º título de Roger Federer. Esta possibilidade deixou animado o diretor do torneio. Salah Tahlak disse que sempre houve um grande vínculo entre Dubai e Federer e este momento pode se tornar histórico para o tênis mundial.

Brasileiros também caem no ranking da ATP

Sem sucesso no quali do Rio Open, os brasileiros também amanheceram ainda mais em baixa no ranking da ATP. Rogério Dutra Silva caiu quatro e agora é 142º do mundo. Enquanto isso Thomaz Bellucci despencou 21 posições, ficando como 234º. Thiago Monteiro perdeu uma posição, agora é o 126º, mas pode se recuperar no Rio. Ele está na chave principal do ATP 500 carioca e pode somar importantes pontos. Thiago Wild é o outro brasileiro na chave principal do torneio que começa nesta segunda-feira (18).

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo