Após derrota pro Vasco, o Fluminense inicia preparações para encarar o Bangu. Neste último domingo (17), o Fluminense foi derrotado pelo Vasco da Gama na final da Taça Guanabara de 2019. Em final conturbada no Maracanã, o Tricolor foi derrotado pelo placar de 1 a 0.

Após a derrota, o Tricolor das Laranjeiras iniciou os treinamentos para encarar o Bangu. A partida será válida pela primeira rodada da Taça Rio, e acontecerá na sexta-feira (22), às 21h (horário de Brasília), no estádio do Maracanã.

Publicidade

A partida, porém, não marca somente o início da Taça Rio. O jogo também poderá marcar a estreia de Paulo Henrique Ganso com a camisa do Fluminense. O jogador chegou ao Flu procurando uma nova oportunidade de recomeçar no futebol brasileiro, e mostrar seu futebol.

Ganso já treina e pode fazer estreia contra o Bangu

O Fluminense não conseguiu inscrever o jogador na Taça Guanabara e nem na primeira fase da Copa Sul Americana, por conta do tempo estipulado pelas duas federações responsáveis pelas competições.

Por isso, a melhor chance de Ganso estrear será contra o Bangu, pela Taça Rio.

Mesmo com a ansiedade da torcida e do meia pela estreia o mais rápido possível, o técnico Fernando Diniz não assegurou a estreia. O técnico ainda não sabe se Ganso estará apto para a partida diante do Bangu.

Em entrevista concedida à impressa pela manhã desta segunda-feira (18). "Ainda não está confirmada a estreia de Ganso. Tem chances de estrear, do Gilberto voltar e do recém-chegado Allan estar a disposição", disse o treinador.

Publicidade

Outro assunto que conturbou a segunda-feira tricolor foi a denúncia sofrida por André Valentin, procurador-geral do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD- RJ). O Fluminense acabou denunciado no artigo 231 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). O Fluminense Football Club, caso condenado, poderá sofrer uma punição de exclusão do Campeonato Carioca de 2019.

Valentin pediu a suspensão preventiva do clube, mas foi negado por Marcelo Jucá, presidente do TJD, porém, o julgamento acontecerá normalmente, ainda sem data marcada para acontecer.

Em comunicado, Valentin disse que o tricolor foi para a Justiça Comum antes de ir para a Justiça Desportiva, comentou também que já encaminhou o material para o presidente do TJD-RJ.

Além do Fluminense, o presidente Pedro Abad também foi denunciado por André Valentin. O mandato de Abad foi enquadrado no artigo 243-D, que trata sobre incitar a violência ou o ódio em público. Caso o presidente do clube seja condenado, ele poderá sofrer uma punição de um a dois anos.