Na semana que lembra os 25 anos da morte de Dener, o Vasco perde outro ex-jogador, mas de tempos mais recentes. Segundo informação reportada pelo programa “Brasil Urgente”, da TV Bandeirantes, o ex-atacante Valdiram, de 36 anos, e que em 2006 teve passagem marcante pelo time vascaíno, foi encontrado morto. O corpo estava na rua Santa Eulália, zona norte de São Paulo. O ex-atleta vivia em situação de rua e as causas que o levaram a óbito ainda são desconhecidas.

Publicidade
Publicidade

O corpo ainda não foi reconhecido pelos familiares e até a noite deste sábado (20) se encontrava no Instituto Médico Legal da capital paulista. A investigação para apurar a morte do ex-jogador ficará a cargo do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

No início da noite, o Vasco emitiu uma nota de pesar lamentando a morte de seu ex-jogador e relembrou sua passagem por São Januário, citando ainda a ajuda dada a ele na luta contra as drogas, tendo inclusive conseguido uma clínica onde ele pudesse se tratar, porém ele deixou o local quatro meses depois.

Jogador passou pelo Vasco em 2006. (Arquivo Blasting News)
Jogador passou pelo Vasco em 2006. (Arquivo Blasting News)

No time carioca, ele atravessou a melhor fase da carreira na temporada de 2006, quando atuando ao lado de Romário foi o autor de sete gols. No ano seguinte, começou a faltar a vários treinos e foi dispensado do clube em fevereiro.

Histórico de problemas

Apesar do talento com os pés, Valdiram também convivia com muitos atos de indisciplina, o que fez ser dispensado de vários clubes por onde passou. Entre 2006 e 2011, foram nada menos que 18 clubes, mas o vício em sexo, drogas e bebidas fez com que ele tivesse passagem curta em todos eles.

Publicidade

Depois de admitir o vício, ele chegou a receber ajuda, inclusive entrando para uma igreja, mas sempre sofria recaída e acabou indo viver nas ruas. Em fevereiro do ano passado, o jornal carioca Extra o encontrou vivendo em situação de rua. Na época, ele dormia debaixo de marquises em Bonsucesso e vivka da ajuda de pessoas que lhe davam dinheiro.

No dia seguinte à publicação da reportagem, o Vasco o procurou e conseguiu para ele uma internação em uma clínica.

Ele recebeu alta alguns meses depois e conseguiu uma nova chance, desta vez para jogar no Olaria, porém o vício o fez perder mais essa oportunidade.

O jogador disse então que estava indo atrás de uma irmã, em São Paulo, onde buscaria ajuda. Em dezembro passado, fez sua última aparição, onde através de um vídeo, pedia ajuda a ex- jogadores do Vasco.

Em entrevista concedida ao jornal Lance!, ele disse que ganhou muito dinheiro nos clubes em que passou e que ele era gasto em drogas e bebidas.

Publicidade

“Esse dinheiro não dura, se acaba rapidamente... Eu passei a usar cocaína aos 27 anos. Depois, não parei mais, mas só usava quando bebia”, relatou.

Leia tudo e assista ao vídeo