Se no primeiro duelo, disputado três dias atrás, pela Copa do Brasil, o Fluminense não conseguiu transformar a superioridade diante do Cruzeiro em gols, neste sábado (18), quando os times voltaram a duelar, agora pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, o time dirigido por Fernando Diniz soube impor sua superioridade para bater os mineiros por 4 a 1 e se recuperarem na competição.

Com o resultado, o Tricolor subiu para a oitava posição, com seis pontos em cinco jogos e agora terá uma semana inteira de descanso, uma vez que só voltará a campo no dia domingo (26), quando pegará o Bahia, em Salvador.

Publicidade
Publicidade

O Cruzeiro, por sua vez, aumentou o jejum de vitórias, conhecendo sua terceira derrota no campeonato nacional e segue na 11ª posição, podendo perder mais posições até o complemento da rodada. Seu próximo compromisso será também no domingo (26), às 19h, no estádio do Mineirão, contra a Chapecoense.

Primeiro tempo movimentando

As duas equipes fizeram um primeiro tempo bastante movimentando, fazendo os goleiros Rafael e Agenor trabalharem bastante, porém as redes só foram balançar aos 44 minutos, quando após cobrança de escanteio na primeira trave, Nino subiu mais que a defesa mineira para finalmente abrir o marcador no Maracanã e decretar o placar final do primeiro tempo.

Chuva de gols na etapa complementar

O relógio mal tinha completado o primeiro minuto da etapa final quando o Fluminense dobrou sua vantagem. Após boa chegada do time carioca pela esquerda, a zaga cruzeirense se atrapalhou toda na hora de tirar a bola, que sobrou para Luciano, que marcou pela segunda vez.

O Fluminense mal teve tempo de curtir a vantagem de dois gols. Aos três minutos, Pedro Rocha desceu pela esquerda, foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro. Ai foi a vez da defesa do Tricolor não conseguir afastar e Robinho encher o pé para descontar para o time mineiro.

Publicidade

Diniz coloca a garotada e eles brilham

Aos 26 minutos Fernando Diniz tirou Léo Artur e promoveu a entrada de João Pedro e não demorou muito para a estrela do garoto brilhar. Aos 35 minutos, Marcos Paulo (que pouco antes tinha entrado na vaga de Luciano), recebeu na direita, cruzou à meia altura, e o garoto de 17 anos desviou para o fundo do gol.

Para fechar a conta, aos 49 minutos, Marcos Paulo tentou dar um chapéu no adversário dentro da área e a bola acabou sobrando para João Pedro, que se livrou de três jogadores do Cruzeiro para fazer o quarto do Flu e fechar a conta e definir o placar em 4 a 1.

Em entrevista dada ao final da partida, João Pedro destacou a parceria com Marcos Paulo, que vem desde as categorias de base. “O entrosamento (com o Marcos Paulo) vem desde pequeno. Ele é fenômeno”, disse o jovem atleta de 17 anos.

Leia tudo