Nesta quarta-feira, a partir das 21h30 (de Brasília), no estádio Atanásio Girardot, em Medellín, na Colômbia, o Atlético Nacional, equipe da casa, enfrenta o Fluminense pelo confronto de volta da segunda fase da Copa Sul-Americana e, para tristeza dos torcedores do clube das Laranjeiras, a partida não será exibida em TV aberta.

A transmissão desse duelo se dará exclusivamente pelo DAZN, canal de streaming lançado há pouco tempo e que oferece ao assinante, além da Sul-Americana, outras competições de Futebol, dentre elas a Major League Soccer (liga dos Estados Unidos) e a J-League (Campeonato Japonês).

Como aplicou 4 a 1 no jogo de ida, no Maracanã, o Fluminense se classifica até se perder por dois gols de diferença. Para o Atlético Nacional, somente vitórias de 3 a 0 ou a partir de quatro gols. Caso os colombianos devolvam o placar do Rio, haverá disputa de pênaltis.

Diniz conta com uma equipe bastante alterada

Nem tudo são boas notícias para o Fluminense. Por não estarem inscritos na Sul-Americana, o volante Yuri, o meia Léo Artur e os atacantes Ewandro, Kelvin e Pedro desfalcam a equipe carioca. O último, ainda, integra a Seleção Brasileira Olímpica na disputa do Torneio de Toulon, na França.

Outra ausência por conta do Torneio de Toulon é Marcos Paulo. Este, porém, pelo fato de ter dupla cidadania, defenderá a Seleção Sub-23 de Portugal.

Em contrapartida, Allan e Luciano, após cumprirem suspensão no último domingo pelo Campeonato Brasileiro (derrota de 3 a 2 para o Bahia, em Salvador), ficam novamente à disposição, assim como Aírton, que se recuperou de lesão muscular.

De técnico novo, Atlético Nacional confia em virada

Não bastasse o fato de jogar diante de sua torcida, o Atlético Nacional tem outro fator de motivação para reverter a desvantagem de 4 a 1 e conseguir eliminar o Fluminense da Copa Sul-Americana.

Após a goleada sofrida no Maracanã, a diretoria da equpe verde e branca de Medellin resolveu acatar o pedido de demissão do técnico Paulo Autuori e, em seu lugar, anunciou Alejandro Restrepo como técnico interino.

A aposta, inicialmente, deu resultado. No último domingo, o Nacional quebrou um jejum de quatro partidas sem vitórias na temporada ao derrotar o Deportivo Cali pelo placar de 1 a 0.

Para tentar a virada sobre o Tricolor das Laranjeiras, o Atlético Nacional não contará com Alexis Henriquez e Nicolás Hernandez. Ambos estão lesionados.

Trio argentino comanda a partida

Para dirigir Atlético Nacional de Medellin e Fluminense no Estádio Atanásio Girardot, a Conmebol escolheu um trio da Associação de Futebol da Argentina. O experiente Patricio Lostau será o árbitro principal. Ele terá, como auxiliares, Ezequeil Brailovsky e Cristian Navarro. Quem se classificar de Atlético Nacional e Fluminense, enfrentará, na próxima fase da Copa Sul-Americana, o vencedor de Deportivo Cali e Peñarol.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Fluminense
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!