Às vésperas de começar a Copa América, competição da qual o Brasil será sede, o principal jogador da seleção brasileira, o craque Neymar Jr., envolveu-se em uma polêmica sem precedentes em sua carreira.

O jogador do Paris Saint-Germain foi acusado por uma jovem de estupro, e, ao divulgar suas fotos íntimas nas redes sociais, na tentativa de se defender da acusação de abuso, o jogador passou a ser alvo do Ministério Público, que também investigará o caso como crime virtual.

Publicidade
Publicidade

Entretanto, o maior problema agora é que o jogador se depara com uma notícia que pode complicar ainda mais sua situação. Segundo o portal UOL, o exame que foi realizado na jovem no último dia 21 de maio constatou que a moça apresentava hematomas na pele, problemas gástricos, além de sintomas de estresse pós-traumático.

Ainda na tentativa de corroborar com suas alegações, a Mulher ainda teria entregado um dossiê com imagens que mostrariam o jogador agindo de forma agressiva e também alterada com ela, no suposto momento de estupro.

Publicidade

O caso teria acontecido no dia 15 de maio, em um hotel na cidade de Paris, quando os dois tiveram a relação que, segundo a moça, não teria sido consensual.

Jovem que acusa Neymar de abuso tinha hematomas

Em sua defesa, Neymar ainda tentou publicar um vídeo íntimo da jovem, no qual mostra um suposto ato consensual. O mesmo vídeo foi publicado, e, momentos depois, retirado pelo Instagram do ar, justamente por não estar de acordo com as políticas da rede social.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Mulher Neymar

Entretanto, segundo documentos que constam no BO (Boletim de Ocorrência) que foi registrado na última sexta-feira (31), a jovem teria entregue imagens que comprovam o estupro. Ainda segundo o UOL, um laudo médico de exames realizados no dia 21 de maio pela mulher que acusa Neymar de estupro aponta hematomas, problemas gástricos, perda de peso e sintomas de estresse pós-traumático.

Estes exames foram feitos apenas seis dias depois que a jovem alegou ter sido violentada pelo jogador.

Ainda segundo o UOL Esporte, que teve acesso ao referido documento, existiam imagens que mostram hematomas grandes e muito escuros na região das nádegas da jovem e também em suas pernas.

A imagens não foram reveladas pela reportagem por uma questão de preservação da suposta vítima, mas ela chegou a se queixar de tremor no locais das agressões. O laudo foi feito por um médico de um renomado hospital de São Paulo.

Publicidade

Neymar nega as acusações

Segundo o próprio jogador, houve sim o contato físico com a jovem, mas tudo de forma consensual. Para corroborar com suas palavras, o atleta, além do vídeo íntimo, também divulgou troca de mensagens de WhatsApp que, em sua visão, seriam provas de que os dois estariam em consenso em relação ao ato.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo