Após anos sendo cobrado pelos torcedores, parece que o Real Madrid vai ter um time de galácticas. O clube está em negociação para adquirir a equipe CD Tacón, que subiu para a primeira divisão na última temporada, e planeja contratar a brasileira Marta.

Na tarde desta terça-feira (25), o Real Madrid divulgou em suas redes sociais que a Junta Diretiva do clube concordou em sugerir na próxima Assembleia Geral de Sócios a união com o CD Tacón. Se a sugestão for aprovada, a equipe feminina do Real Madrid será oficializada.

Como o Barcelona e o Atlético de Madrid já têm equipes femininas, Florentino Pérez, presidente do Real Madrid, estaria preocupado em montar um time capaz de rivalizar com as duas equipes, segundo informou o jornal As.

Marta e outras grandes jogadoras estão na mira do Real

O contrato da jogadora brasileira com o Orlando Pride, dos Estados Unidos, termina no fim do ano (EUA) se encerra no final do ano e a equipe espanhola quer aproveitar para contratá-la. Em 2017, o Real já havia cogitado contratar a seis vezes melhor do mundo, mas como a ideia da equipe feminina não foi adiante, a negociação não aconteceu.

Segundo a publicação, além de Marta, a equipe espanhola tem interesse na contratação de Verónica Boquete, jogadora de 32 anos do Atlético de Madrid e atual artilheira do Campeonato Espanhol, que já manifestou o desejo de voltar ao país; a holandesa Lieke Martens, jogadora de 26 anos do Barcelona; e a australiana Sam Kerr, jogadora de 25 anos do Chicago Red Stars (Estados Unidos).

Copa do Mundo de Futebol Feminino França 2019

Marta chegou com a seleção brasileira de Futebol até as oitavas de final, quando perderam para a França por 2 a1, na prorrogação. Brasil e França marcaram um gol cada, no segundo tempo, e a França selou a vitória na prorrogação.

Verónica Boquete fez parte da seleção espanhola, que também foi eliminada nas oitavas de final da Copa Feminina, pelos Estados Unidos, perdendo de 2 a 1.

A australiana Sam Kerr também não está mais disputando a Copa. A seleção da Austrália foi eliminada nas oitavas pela Noruega, em jogo decidido por pênaltis (4 a 1).

Já Lieke Martens continua a disputar a Copa com a seleção holandesa, que venceu o jogo das oitavas nesta terça-feira (26) e eliminou o Japão, por 2 a 1. A jogadora foi responsável por cobrar o pênalti que levou a equipe para as quartas de final, quando enfrentará a Itália nesta sexta-feira (29).

As seleções da Alemanha, Suécia, Itália, Holanda, Noruega, Inglaterra, França e Estados disputam as quartas de final da Copa Feminina a partir desta quarta-feira (26). A final acontecerá no dia 7 de julho no Parc Olympique Lyonnais, em Lyon, na França.

Siga a página Futebol
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!