A prematura morte do atacante Thalles, ocorrida na manhã deste sábado (22), após um acidente de moto, deixou em luto o Futebol brasileiro e pegou a todos de surpresa. O jogador, de 24 anos de idade, foi revelado pelo Vasco mas atualmente defendia por empréstimo a Ponte Preta, comandada pelo técnico Jorginho, que ao comentar o trágico acidente lembrou um pedido que havia feito ao atleta.

“Tive muitas conversas com ele, e uma delas era pra ele não andar de moto”, disse o treinador pontepretano ao portal Globo Esporte.

Publicidade
Publicidade

“Estou com o coração dilacerado”, seguiu o técnico do time de Campinas, que afirmou ainda que tinha o jogador como um filho.

Antes de se encontrarem no time de Campinas, Thalles e Jorginho já haviam trabalhado juntos no próprio Vasco em 2015, ano em que o cruz-maltino caiu para a Série B, mas na temporada seguinte deu a volta por cima, conseguindo o acesso e também o título do Campeonato Carioca.

Sorato também lembra conselhos que deu

Técnico de Thalles nas categorias de base do Vasco, Sorato também lembrou os conselhos que deu ao jovem atacante, quando ele estava em fase de transição para o time profissional.

Publicidade

Ele se recordou de uma dura conversa que teve com o atacante por telefone após ter visto fotos do mesmo circulando na noite carioca.

“Peguei o telefone e liguei para ele. Dei uma chegada mais firme”, relembrou o treinador. Em resposta, o jogador dizia para ficar tranquilo, que iria se dedicar.

Com Sorato, Thalles teve um saldo de qualidade, quando foi deslocado de segundo atacante para centroavante de área.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol

“E a partir daí ele começou a evoluir muito rápido”, relembra. Após fazer boas competições nas categorias de base e se destacar, o jogador foi chamando pelo então técnico Dorival Júnior para a equipe profissional.

No entanto, a subida para o profissional também fez o atleta seguir o caminho da noite. “Comecei a ter algumas notícias que (o jogador) estava indo por um caminho que não seria legal”, diz Sorato, que avalia que sua passagem pelo futebol japonês o fez ganhar amadurecimento.

O acidente que vitimou Thalles aconteceu por volta das 6h30, quando ele voltava de um baile funk, em uma comunidade de São Gonçalo. A moto que ele pilotava bateu em outra e depois alguns pedestres foram atropelados. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu antes de chegar ao hospital.

Além do atacante, Yuri Sergio Luparelli, de 26 anos, também morreu. Outras três pessoas ficaram feridas, sendo que o estado de Kesia Mara Rabello Torres, de 24 anos, é considerado grave.

Publicidade

Karolayne de Almeida, 19 anos, e Lhorrany de Vasconcelos, de 18, também estão internadas, mas estão estáveis.

O enterro do jogador será neste domingo (23) às 14 horas, no Cemitério Parque Niterói.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo