A crônica esportiva brasileira está mais uma vez de luto. Morreu nesta terça-feira (21) o comentarista esportivo Juarez Soares. Ele tinha 78 anos, lutava contra um câncer, mais foi vitimado por um infarto fulminante.

De acordo com informação passada pela jornalista Ana Júlia de Grammont, filha do comentarista, China, como também era conhecido, chegou a ser socorrido e levado a um hospital, mas não resistiu.

Seu último trabalho foi na RedeTV!, onde ficou até abril deste ano. Ele foi casado por mais de 30 anos com a jornalista Helena de Grammont e, além da filha Ana Júlia, também deixa a neta Aline.

A carreira

Nascido em 16 de julho de 1941, em São José dos Campos, no Vale do Paraíba, interior de São Paulo, China se formou em pedagogia na faculdade Oswaldo Cruz, mas fez carreira no jornalismo, trabalhando em grandes emissoras de rádio e TV do Brasil.

A carreira no rádio começou quando ele tinha apenas 17 anos, quando em 1958 passou a fazer parte da equipe esportiva da rádio Cultura de Lorena. Três anos mais tarde, passou em um teste das Emissoras Associadas e iniciou seis trabalhos na capital paulista, também atuando como repórter esportivo. Depois passou pelas rádios Tupi e Gazeta.

Foi Pedro Luís Paoliello, então diretor de esportes, que o convidou para trabalhar na Rádio Globo, em 1969.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol

Pela emissora participou da cobertura da Copa do Mundo de 1974, na Alemanha. Na Copa de 1982, na Espanha, já era repórter e comentarista da TV Globo, e como a emissora carioca detinha os direitos de transmissão exclusivo, era ele quem acompanhava in loco a seleção brasileira.

Pela Globo cobriu a Copa de 78, na Argentina, e as Olimpíadas de Munique, dois anos antes, além de fazer reportagens para os programas "Globo Esporte" e "Esporte Espetacular".

Após uma longa passagem na Rede Globo, o jornalista se transferiu para a TV Bandeirantes ainda nos anos 1980, onde voltaria a trabalhar ao lado de Luciano do Valle e faria parte da cobertura das copas de 1986, 1990 e 1994.

Ainda em 1994 mudou novamente de casa, indo trabalhar no SBT, que na época estava investindo em coberturas esportivas. Ficou na emissora de Silvio Santos até o ano 2000, de onde saiu para ir para a Record. Também passou pela TV Cultura, onde fez parte da equipe do "Cartão Verde", e pelas rádios Record e Transamérica.

Clubes e cronistas lamentam a morte do jornalista

Após a notícia da morte do comentarista, clubes de Futebol emitiram nota de pesar lamentando seu falecimento. Ex-companheiros de SBT, como os narradores Silvio Luiz e Téo José, também manifestaram condolências. Téo fez questão de lembrar a primeira vez que narrou um jogo de futebol, que foi justamente ao lado de China. "Foi fundamental em meu primeiro jogo de futebol no SBT", escreveu.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo