O Maracanã será o palco que sediará o confronto decisivo entre os finalistas da Copa Libertadores da Améric de 2020. A escolha foi feita pelo conselho da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), nesta quinta-feira (17), e foi divulgada no Twitter oficial da instituição.

Inaugurado em 16 de junho de 1950, com uma derrota da seleção carioca para a seleção paulista, por 3 a 1, tendo o seu primeiro gol marcado por Didi, jogador do Fluminense, o Estádio Jornalista Mário Filho, de tantos duelos memoráveis e campeonatos de grande importância mundial, como as Copas do Mundo de 1950 e 2014, acolherá outro enorme evento do esporte mais popular do planeta.

Depois de concorrer com outras arenas do continente como: Estádio Nacional do Peru, em Lima; Mário Kempes, em Córdoba, na Argentina; Beira-Rio; Arena do Grêmio; Mineirão; Arena Corinthians, e Morumbi, o ambiente esportivo mais emblemático do país se tornou o local escolhido pelos organizadores, grande acontecimento para o histórico recinto, que completa 70 anos na próxima edição do torneio sul-americano.

No Maracanã, apenas uma final de Libertadores ocorreu, em 2008, entre Fluminense e Liga Deportiva Universitária de Quito (LDU). O tricolor perdeu por 3 a 1 para os equatorianos nas cobranças de pênaltis.

No modelo de disputa anterior, utilizado até 2018, ano em que o River Plate se sagrou tetracampeão da Libertadores, em cima do seu maior rival, o Boca Juniors, empatando o primeiro embate por 2 a 2, na Bombonera, e ganhando o segundo por 3 a 1, no Santiago Bernabéu, casa do Real Madrid, (devido às confusões envolvendo a torcida do River na Argentina, e a punição por tais fatos) as partidas eram realizadas no território dos times finalistas, quem obtivesse a melhor campanha durante a fase de grupos tinha o direito de fazer o segundo enfrentamento em seus domínios.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Libertadores

De 2019 em diante, a taça será entregue em locais distintos a cada versão do campeonato, no atual sistema de premiação, a primeira, ocorrerá em Santiago do Chile, no Estádio Nacional, dia 23 de novembro. O duelo contará com um clube argentino e outro, brasileiro, pois Boca e River medem forças em uma das semifinais, enquanto Flamengo e Grêmio, se encontram na outra.

No entendimento da Conmebol, ter uma data, ao invés de duas, e saber o destino com antecedência, potencializa a comercialização do evento.

A Copa Sul-Americana, também vai ter final com jogo único em 2020, e será no Estádio Mario Kempes, na cidade de Córdoba.

Para esta temporada de 2019 a conclusão do torneio será entre Independiente del Valle e Club Atlético Colón, o formato já é o de partida única, e o estádio será o General Pablo Rojas, em Assunção, no Paraguai. A final acontece no dia 9 de novembro, às 18h30 (horário de Brasília).

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo