Nesta quinta-feira (15), o Boston Celtics conquistou importante vitória contra o Los Angeles Lakers, no Staples Center, após bater seu maior rival por 121 a 113, atingindo seu quinto êxito consecutivo na NBA, mantendo a quinta posição na Conferência Leste.

Até o momento, a campanha do time do estado de Massachusetts contém 30 sucessos e 26 derrotas, ficando equiparada ao quarto colocado, o Atlanta Hawks, enquanto o líder Philadelphia 76ers se deu bem em 38 confrontos e perdeu 17.

O Phila, inclusive, foi a última franquia que impôs um revés à equipe de Boston, no dia 6 de fevereiro, estabelecendo um placar de 106 a 96.

De lá para cá, o bom momento se instalou no plantel treinado por Brad Stevens.

Dentre as vítimas em sequência do basquetebol desempenhado pelos Celtics, figuram: New York Knicks, Minnesota Timberwolves, Denver Nuggets, Portland Trail Blazers e o Lakers.

Do quinteto inicial dos visitantes, formado por Jaylen Brown, Jayson Tatum, Tristan Thompson, Marcus Smart e Kemba Walker, quem chamou a atenção durante a partida foi Jaylen Brown. O camisa sete marcou 40 pontos, deu três assistências e pegou nove rebotes, terminando como cestinha do encontro, ficando próximo de registrar um duplo-duplo.

Além dele, seus quatro companheiros titulares contribuíram no setor ofensivo, passando da casa dos dois dígitos na pontuação.

Pelo lado do oponente, que também detém 17 títulos do torneio, a instabilidade se faz constante. O Los Angeles vem oscilando bons e maus resultados, principalmente por ainda não poder contar com o retorno de seus dois maiores astros, lesionados, LeBron James e Anthony Davis, responsáveis diretos pelo último troféu da galeria angelina, sobre o Miami Heat.

A escalação escolhida para principiar o duelo clássico apresentou Wesley Matthews, Kyle Kuzma, Marc Gasol, Kentavious Caldwell-Pope e Dennis Schroder.

Na classificação da Conferência Oeste, o plantel dirigido por Frank Vogel ocupa a quinta posição, com 34 jogos ganhos e 22 tropeços, porém, quem está em primeiro é o Utah Jazz, com 41 triunfos, sendo suplantado em 14 ocasiões.

Jogo

No primeiro quarto, Jaylen Brown começou o espetáculo convertendo bons arremessos. Jayson Tatum também deixou sua marca, abrindo pequena vantagem de sete pontos, mas os atuais campeões responderam com o pivô espanhol Marc Gasol, reduzindo um pouco a diferença depois de enganar a defesa realizada por Tristan Thompson.

A alta movimentação do Boston Celtics propiciava rápidas trocas dentro de quadra, dificultando o posicionamento do adversário, que não chegava a tempo para impedir as conclusões. Tanto Brown como Tatum permaneciam com liberdade para desequilibrar a disputa e vinham realmente dando trabalho.

Os donos da casa enfrentavam problemas e não resistiam de forma adequada, então, promoveram a entrada do jovem de 20 anos e 1,93 m Talen Horton-Tucker.

Ele mudou o ânimo do plantel, gerando ofensividade, partindo para cima e destinando bolas à rede.

Sua individualidade deu um leve respiro aos Lakers, todavia, não surtiu a virada: 31 a 23 a favor dos Celtics.

No segundo período o Boston foi superior novamente. Kemba Walker esteve bem participativo, ajudando nos arremates de média distância. Outro jogador que desequilibrou foi Jayson Tatum, acertando dois arremessos do perímetro.

O principal lance do período teve como protagonista o cestinha do embate, Jaylen Brown, dando ótima enterrada, sem chances de interceptação, devido à sua velocidade em saltar atingindo rapidamente a altura do aro. O Boston foi para os vestiários vencendo por 61 a 48.

No terceiro quarto os visitantes encontraram muito espaço no garrafão, aproveitando as deficiências de marcação do Los Angeles Lakers.

Marc Gasol não conseguiu acompanhar as investidas do rival Tristan Thompson, que foi superior nos enfrentamentos.

Em compensação, no ataque, Gasol foi efetivo ao converter três arremessos de longa distância. Além dele, Kyle Kuzma auxiliou na tentativa de reação do Lakers. A contagem ficou em 91 a 79 para o time da cidade de Boston.

O período decisivo foi disputado e chegou a ficar 115 a 110 para os visitantes, a cerca de um minuto do fim do encerramento do jogo, quando Ben McLemore enterrou, raivosamente, um passe dado por Talen Horton-Tucker.

Mas logo veio a dura face da realidade acabar com as pretensões do Los Angeles. Jaylen Brown pôs a bola embaixo do braço e chamou a responsabilidade, encestando nas ocasiões cruciais: 121 a 113 e alegria dos comandados de Brad Stevens.

Destaques individuais

  • Lakers- Talen Horton-Tucker, 19 pontos, 7 assistências e 6 rebotes; Marc Gasol, 18 pontos, 3 assistências e 4 rebotes; Ben McLemore, 17 pontos, 2 assistências e 3 rebotes.
  • Celtics- Jaylen Brown, 40 pontos, 3 assistências e 9 rebotes; Marcus Smart, 15 pontos, 4 assistências e 6 rebotes; Payton Pritchard, 15 pontos, 3 assistências e 7 rebotes.

Próximos compromissos

  • Los Angeles Lakers e Utah Jazz, neste sábado (17), às 17h30 (horário de Brasília), no Staples Center.
  • Boston Celtics e Golden State Warriors, sábado (17), às 21h30 (de Brasília), no TD Garden.

Siga a página NBA
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!