A diretoria do Santos já avisou que não planeja fazer altos investimentos para 2020. Segundo informações prévias repassadas pelos dirigentes em coletivas, a equipe deve observar o mercado e tentar encontrar oportunidades de negócios que sejam vantajosas financeiramente para o clube.

Além disso, o clube vive com a iminente chance de perder seus destaques, como é o caso de Soteldo e também de Carlos Sanchez. Enquanto o venezuelano é monitorado pela Europa, Sanchez já está no radar de equipes como o Grêmio, que já observam a situação do uruguaio, em razão da dívida do Santos com o volante.

Percebendo que o Santos planeja conter gastos para a próxima temporada, o Cruzeiro viu com bons olhos a oportunidade de oferecer jogadores experientes ao alvinegro praiano. O planejamento da diretoria cruzeirense é ter, no máximo, um plantel com 25 jogador (situação bastante diferente dos 40 atuais).

Negócios do Cruzeiro

Com a ideia de repassar atletas para aliviar a folha salarial, o Cruzeiro já admite negociar jogadores que, no início do ano, eram tido como inegociáveis. Contudo, com a queda para a Série B, a diretoria não viu outra alternativa, senão colocar atletas de antigo destaque à disposição do mercado.

Dessa forma, a Raposa planeja reduzir o plantel dos atuais 40 atletas para apenas 25, uma vez que as dificuldades financeiras exigem esse enxugamento da folha salarial. Para isso, o Cruzeiro admite negociar jogadores de renome, como Dedé, Léo, Edílson, Egídio, Robinho, Thiago Neves e Fred.

Jogadores oferecidos ao Santos

Com a oferta do Cruzeiro, o Santos até se mostrou interessado em alguns dos atletas disponíveis para negócio, mas afirmou não ter condições financeiras para bancar 100% dos altos vencimentos dos atletas.

O caso recente, por exemplo, foi o de Pedro Rocha, recentemente negociado com o Flamengo.

O atacante tinha um salário que atingia a casa de R$ 600 mil, e, apesar dos esforços do Peixe para garantir o atleta, o Flamengo acabou vencendo a disputa, e ficou com Pedro Rocha.

Aguardo a Jesualdo Ferreira para decisão

Apesar das informações darem conta do oferecimento do "pacotão de medalhões cruzeirenses", não se tem ideia de quais, especificamente, foram os jogadores oferecidos.

O Peixe procura um lateral-esquerdo, um meia de ligação e um centroavante para compor o elenco, e, dentre todos, Thiago Neves é visto com bons olhos na Vila Belmiro.

Até o momento, o Alvinegro anunciou dois jogadores: Madson, ex-Grêmio, e o atacante Raniel, ex-Cruzeiro e São Paulo. A diretoria, no entanto, aguarda o recesso de final de ano para receber o técnico português Jesualdo Ferreira, e assim estipular as estratégias para o próximo ano.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Cruzeiro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!