Titular do São Paulo [VIDEO], o jogador Vitor Bueno ficará em definitivo no Morumbi. Nesta quarta-feira (11), a diretoria do Tricolor entrou em um acordo com o Santos, que detinha os direitos sobre o atacante, mandando em troca Raniel. Ambos os acordos são válidos por quatro temporadas e cada time terá metade dos direitos econômicos dos dois atletas.

Depois de rescindir seu contrato junto ao Dínamo de Kiev, da Ucrânia, no início deste ano, o jogador foi emprestado pelo Peixe ao São Paulo até o final da próxima temporada.

Com a camisa são-paulina, o jogador cresceu com a chegada do técnico Fernando Diniz, fechando o ano como titular absoluto. Além disso, ele foi o artilheiro do São Paulo no Campeonato Brasileiro com seis gols anotados.

Já Raniel também chegou ao longo da temporada, vindo do Cruzeiro por indicação do então técnico Cuca, mas diferente de Vitor Bueno, Raniel não fez grandes apresentações, tendo ficado a maior parte do tempo. Em 14 jogos disputados ele marcou apenas um gol. No Peixe que já anunciou sua chegada, o jogador brigará por posição com Kaio Jorge, Eduardo Sasha e Uribe.

O custo de Raniel para o São Paulo foi de 13 milhões de reais, porém os pagamentos só começariam a ser feitos para os investidores que bancaram a transferência a partir do ano que vem com a ajuda de investidores.

Com a transferência de Raniel para o Santos, o São Paulo ainda mantém a dívida por inteiro do jogador com os investidores, mas só precisará começar a pagar em 2021. Sua ida para o Santos serviu para que o Tricolor pudesse ficar com Vitor Bueno em definitivo, o que na prática significa que o time do Morumbi pagou 13 milhões de reais para ter Vitor Bueno.

Ao final do empréstimo, que só terminaria no fim do ano que vem, o Santos pedia 12 milhões de euros, algo em torno de 46 milhões de reais na cotação atual.

Igor Vinícius também vai ficar

Outro jogador pelo qual o São Paulo irá exercer seu direito de compra é o lateral-direito Igor Vinícius. Ele estava emprestado pelo Ituano até o final do ano e o Tricolor pagará 2 milhões de reais por 50% de seus direitos econômicos.

A duração do contrato será de três temporadas.

Apesar de já contar com Juanfran e com Daniel Alves para a posição, a comissão técnica enxerga potencial jogador de 22 anos e por isso optou em ficar com ele em definitivo. Mesmo com a concorrência desses dois nomes de peso no elenco, Igor disputou 19 partidas e fez um gol, na vitória por 2 a 1 diante do CSA, em Maceió, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, que se encerrou no domingo.

O próximo jogador que está emprestado até o final do ano e pode ser adquirido em definitivo é o goleiro Tiago Volpi, titular durante toda a temporada.

Não perca a nossa página no Facebook!