Com três títulos conquistados e a possibilidade de conseguir mais um, o Flamengo fechará a temporada de 2019 com um recorde em suas receitas brutas, batendo quase um bilhão de reais, mas por outro lado, a dívida do clube que vinha caindo nos últimos anos, voltou a crescer. É o que revela um documento que foi publicado nesta sexta-feira (13), no site oficial do clube e que ainda será levado aos conselheiros.

Segundo os dados apresentados, o clube fechará a temporada de 2019 com uma receita bruta de 857 milhões de reais, o que não é apenas o recorde histórico do clube, mas também de todo o Futebol brasileiro.

Para conseguir o grande desempenho na temporada, foram investidas cifras na ordem dos 215 milhões de reais.

A dívida do clube, que era de 382 milhões de reais saltou para 501 milhões, muito em razão dos empréstimos e altas contratações que o clube fez ao longo da temporada. Um acréscimo de 31%.

Para 2020 a previsão é de uma arrecadação bruta menor – algo em torno de 726 milhões de reais – a diretoria espera ter um aumento de receita oriundo de patrocínios e com o sócio-torcedor, porém espera arrecadar menos com venda de jogadores.

Desse orçamento, 138 milhões serão usados para a compra de jogadores.

O clube também conta com receitas oriundas de premiações para competição nacionais – Brasileirão e Copa do Brasil -, além de chegar pelo menos nas semifinais da Libertadores da América. Já a questão da dívida, o planeamento prevê a redução dos 501 milhões para 474 milhões.

O presidente do Flamengo Rodolfo Landim divulgou um vídeo onde justifica as mudanças orçamentárias que estavam previstas na gestão de seu antecessor.

De acordo com Landim, estava previsto que o clube investiria 108 milhões de reais em contratações, porém aquilo não era suficiente para que o clube alcançasse os títulos que conquistou. “Ia continuar a ser um competidorzinho para chegar em terceiro, quarto”, disse.

Pedro Rocha está perto

O próximo reforço do Flamengo está bem encaminhado. Depois de defender o Cruzeiro nesta temporada, Pedro Rocha, de 25 anos, está perto de desembarcar na Gávea por empréstimo de uma temporada junto ao Spartak de Moscou.

O valor de compra em definitivo estipulado pelos russos é de 35 milhões de reais.

De acordo com informações apuradas pelo portal Globo Esporte, apenas questões burocráticas e de documentação separam as partes de um acordo.

Outro alvo do Flamengo para 2020 é o zagueiro Gustavo Henrique, que encerrou seu vínculo com o Santos e já avisou que não ficará na Vila Belmiro, mas também existe a expectativa de uma oferta da Europa.

Siga as suas paixões.
Fique atualizado.

A diretoria do Flamengo afirmou que aguarda até o termino do Mundial de Clubes para saber um posicionamento do jogador.

Não perca a nossa página no Facebook!