Depois de ter feito um bom trabalho, quando tirou a equipe da zona de rebaixamento e a levou para a Copa Sul-Americana, o técnico Vanderlei Luxemburgo não permanecerá no Vasco para 2020. Depois de algumas reuniões e até certo otimismo por parte da diretoria vascaína, as partes não chegaram a um denominador comum para o próximo ano.

O agora ex-treinador fez uso das redes sociais para se despedir e agradecer aos torcedores, jogadores e funcionários pelo apoio recebido durante a campanha do Brasileirão. Ele disse que sai com o sentimento de ter contribuído para mais um momento importante na vida do clube, o qual chamou de Gigante.

Ele escreveu ainda que naquele momento encerrava as negociações para a renovação de contrato e que o lado financeiro não foi o principal aspecto para um novo acordo.

O Vasco também emitiu uma nota onde afirmou ter feito todos os esforços para conseguir renovar com o treinador, mas que foi preciso priorizar uma política de austeridade. Também foi feita a promessa de que o nome do novo treinador seria anunciado em breve.

Quando Luxemburgo assumiu na sexta rodada do Campeonato Brasileiro, o Vasco tinha apenas um ponto conquistado em cinco jogos. Sob o comando do treinador, a equipe conseguiu uma boa recuperação e beliscou uma vaga na Copa Sul-Americana, terminando o Brasileirão em 12º lugar com 42 pontos.

O treinador dirigiu o time em 34 jogos oficiais, todos eles pelo Brasileirão, tendo obtido 12 vitórias, 12 empates e dez derrotas.

Além do trabalho dentro das quatro linhas, o técnico também teve atuação destacada nos bastidores, conseguindo blindar o elenco na questão dos problemas financeiros do clube e participou ativamente nas negociações para trazer o volante Fredy Guarín.

Segundo informações apuradas pelo jornal Lance!, o motivo principal da não permanência de Luxemburgo foi o descumprimento de alguns compromissos firmados referentes a vencimentos que estão em atraso. O elenco estaria com dois meses de salários atrasados e funcionários de cargos mais elevados estão com três meses em aberto.

Lucas Santos está de volta

Meio que sem querer o Vasco ganhou seu primeiro reforço para a temporada de 2020. O meia Luca Santos não seguirá no CSKA da Rússia. O jogador estava emprestado até o final desse ano e o clube russo não exerceu a opção de compra, a qual tinha direito, no valor de 4,8 milhões de euros, certa de 22 milhões de reais na cotação atual. Esse valor é referente a 62% dos direitos sobre o atleta.

Em sua curta passagem pelo clube europeu, o meia participou de apenas quatro jogos oficiais e não anotou nenhum gol.

Ainda em fevereiro, o CSKA chegou a encaminhar a compra em definitivo do jogador, mas as partes não chegaram a um acordo.

Não perca a nossa página no Facebook!