O goleiro Jean, do São Paulo, foi acusado por sua esposa de agressão doméstica. Em vídeos postados em seu perfil no Instagram, Milena Bemfica aparece com machucados no rosto e diz que foi agredida pelo atleta. Pouco tempo depois, as publicações foram apagadas de sua rede social.

Nas gravações, Milena diz que está em Orlando e pede que alguém a ajude. “Eu tô aqui, em Orlando, e olha o que Jean acabou de fazer comigo” disse ela. “Alguém me ajude. Jean acabou de me bater. Gente, socorro”, segue dizendo e pedindo justiça.

Muitas pessoa acabaram salvando os vídeos antes deles serem deletados, e os mesmos viralizaram nas redes sociais.

Milena também postou prints de conversas que teve com o goleiro por meio de aplicativos de troca de mensagens. Nos diálogos, Milena diz que o jogador não pode virar as costas para ela e que lhe apoiou a vida toda. Jean responde que ela acabou com sua carreira e que suas filhas irão passar fome.

Posteriormente, Milena voltou a aparecer nas redes sociais tentando tranquilizar seus seguidores, dizendo que já estava tudo bem. “Já passou. Eu tô com as meninas, e tá tudo bem”, disse ela prometendo se pronunciar em breve.

São Paulo se pronuncia

Ao tomar conhecimento do caso, o São Paulo emitiu uma nota oficial na qual diz estar acompanhando a situação e aguardando a apuração dos fatos para, posteriormente, tomar medidas cabíveis.

A nota diz ainda que, em seus 90 anos, o clube sempre “construiu uma história pautada por princípios sólidos de conduta dentro e fora de campo”.

De acordo com apuração feita pelo portal Globo Esporte, a diretoria cogita rescindir o contrato com o jogador.

Adversários na Copa Libertadores

O São Paulo conheceu nesta terça-feira (17) seus adversários na fase de grupos da Copa Libertadores da América 2020. O resultado do sorteio foi um pouco rigoroso com o Tricolor, que caiu no chamado Grupo da Morte.

O time paulista caiu na chave D, que conta com River Plate, finalista de três das últimas quatro edições da Libertadores; LDU, campeã em 2008; além do debutante Binacional, equipe peruana fundada em 2010 que jogará a competição pela primeira vez.

Apesar da inexperiência do Binacional na competição continental, o Tricolor terá um adversário a mais quando for encarar os peruanos fora de casa: a altitude.

O estádio onde a equipe peruana mandará seus jogos fica em Julicada, cidade localizada no sudoeste do país, a 3.800 metros acima do nível do mar.

“Acho que o ‘Grupo da Morte’ depende de desempenho”, disse o gerente de Futebol do São Paulo, Alexandre Pássaro. “É um grupo difícil para a gente com certeza, mas para eles também com absoluta certeza”, seguiu dizendo o dirigente são-paulino.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página São Paulo FC
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!