O São Paulo conquistou uma vaga para a Copa Libertadores, após vencer o Internacional de Porto Alegre, por 2 a 1, nesta quarta-feira (4), no estádio do Morumbi, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. As 16 vitórias e 12 empates da campanha Tricolor resultaram nos 60 pontos na tabela de classificação, o suficiente para assegurar sua participação de forma direta no torneio continental em 2020.

Pela derrota de 3 a 0, na partida anterior, quando encarou o Grêmio, em sua Arena, no domingo (1°), os comandados do treinador Fernando Diniz entraram pressionados neste duelo com os colorados, devido à necessidade de afirmação e concretização de um grande objetivo.

Diniz, que foi suspenso por receber o terceiro cartão amarelo no revés para o Imortal, não pôde ficar no banco para dirigir o plantel, e assistiu o embate em um camarote da casa são-paulina; Márcio Araújo, auxiliar técnico, foi o responsável à beira do gramado.

A dupla colocou em campo uma formação no esquema 4-3-3, composta por Tiago Volpi, Juanfran, Bruno Alves, Arboleda, Reinaldo, Tchê Tchê, Daniel Alves, Igor Gomes, Antony, Vitor Bueno e Pablo.

Seu adversário, dirigido por Zé Ricardo, veio montado no 4-5-1, para explorar os contra-ataques, nos possíveis espaços que os anfitriões cedessem.

Dentre os 11 iniciais estiveram: Marcelo Lomba, Heitor, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta, Uendel, Rodrigo Lindoso, Edenílson, Nonato, Guilherme Parede, Neílton e Paolo Guerrero.

Gols do jogo

Com velocidade e perspicácia, o São Paulo inaugurou o placar aos 15 minutos do primeiro tempo. O lance contou com a participação de Igor Gomes e Antony, duas revelações da base do clube, que fica em Cotia. Demonstrando inteligência, Igor deu ótima assistência, deixando Antony livre, frente a frente com Marcelo Lomba, o atacante chegou batendo rasteiro no canto esquerdo, 1 a 0, e muita comemoração dos 30.822 torcedores.

Na etapa complementar, o Time da Fé, permaneceu com o controle do espetáculo, logo aos 3’, em rápido contra-ataque puxado por Tchê Tchê, depois da zaga afastar uma bola levantada pelo Inter, o volante deu um excelente passe para o autor do primeiro gol, que disparou deixando seus marcadores para trás, e com habilidade encontrou Vitor Bueno entrando na área, ele dominou e chutou colocado, ampliando a vantagem do Tricolor do Morumbi, 2 a 0.

Ciente da importância de não perder o confronto decisivo, o Colorado não desistiu, aos 24’, em trama bem organizada Paolo Guerrero encontrou espaço para finalizar, no caminho a bola desviou em Juanfran e dificultou o trabalho de Tiago Volpi, que espalmou para o lado, no rebote Guilherme Parede, atento, completou para o fundo das redes, 2 a 1.

Tempo para buscar o empate, ou a virada, havia, entretanto, ninguém mais converteu suas chances e o encontro acabou com o êxito dos paulistas.

Volta à Libertadores

Assegurado na fase de grupos da Libertadores, o São Paulo --tricampeão, em 92, 93 e 2005-- irá em busca do seu quarto título no torneio.

Sua última participação nesta etapa mais avançada aconteceu em 2016. Na ocasião, parou na semifinal, quando perdeu para o campeão daquela edição, o Atlético Nacional.

Com história respeitável na maior competição da América do Sul, o Tricolor não deixou boas lembranças aos seus torcedores em sua última participação, nesta temporada de 2019, pois foi eliminado na pré-Libertadores pelo Talleres.

Os argentinos ganharam no estádio Mario Alberto Kempes, por 2 a 0, e empataram no Morumbi, por 0 a 0, eliminando o clube brasileiro antes da fase de grupos, o que gerou instabilidade para o técnico André Jardine, logo no princípio do ano, no mês de fevereiro.

Próximos compromissos

  • CSA x São Paulo, no estádio Rei Pelé, domingo (8), às 16h (horário de Brasília).
  • Internacional x Atlético Mineiro, no Beira-Rio, domingo (8), às 16h (horário de Brasília).

Siga a página Libertadores
Seguir
Siga a página Brasileirão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!