O Flamengo está fora da 51ª edição da Copa São Paulo. O clube desistiu de participar na última segunda-feira (30). Agora serão 127 times de todo o país. Os atletas que vão participar são nascidos entre 2000 e 2004, e os jogos vão acontecer em 32 sedes espalhadas por São Paulo.

O atual campeão do torneio é o São Paulo, mas o Corinthians ainda é o clube com maior número de títulos na Copinha. Na edição do ano passado, o São Paulo derrotou o Vasco na final, decidida no pênaltis. Da equipe daquela edição da Copinha, o atacante Antony se destacou e já brilha no profissional.

Esse ano, nos gramados da Copinha, irão atuar jogadores que foram campeões pelo Brasil na Copa do Mundo sub-17 no ano de 2019. Alguns deles são: Matheus Donelle, goleiro do Corinthians, Henri, zagueiro do Palmeiras, e os meio-campistas do Grêmio Diego Rosa e Pedro Lucas.

O caso de Gabriel Veron é diferente dos demais. Ele foi inscrito para a Copa São Paulo, mas está ligado ao elenco profissional do Palmeiras, por isso ele não irá competir pela equipe de base.

Regulamento da Copinha

A Copa São Paulo é dividida em 32 grupos, cada um com quatro times, mas esse ano o grupo 25 terá um time a menos, já que de última hora o Flamengo desistiu do campeonato.

Na primeira fase, apenas dois dos quatro grupos vão avançar.

Depois da fase de grupos, as equipes vão passar por dois mata-mata para só então chegarem finalmente às oitavas de final. A decisão da Copa São Paulo vai acontecer no dia 25 de janeiro, no estádio do Pacaembu, região central de São Paulo. A data vai coincidir com o aniversário de 466 anos da capital paulista.

Olheiros na Copa São Paulo

A Copinha é a oportunidade de os jovens mostrarem seu talento em campo.

O campeonato atrai olheiros de clubes nacionais, mas também atrai vários analistas de desempenho do exterior.

Um exemplo é o caso do jogador Gabriel Martinelli, que em quatro partidas da Copinha marcou seis gols, jogando pelo Ituano. Depois disso, o Arsenal da Inglaterra se interessou por ele e adquiriu.

Quem também se deu bem depois de atuar na Copa São Paulo foi o jogador do Vasco Lucas Santos, que atraiu a atenção do CSKA e foi emprestado ao time russo.

Esse ano não será diferente, alguns clubes já tem suas joias que prometem brilhar em campo a partir de hoje. Alguns deles são:

Atlético Mineiro

Guilherme, atacante de 18 anos é a aposta do clube nessa edição da Copinha. Ele foi o artilheiro que levou o Galo a vitória do título mineiro sub-20. Além dele, o técnico Marcos Valadares também é uma aposta, ele foi vice-campeão em 2019 na Copinha com o Vasco.

Siga as suas paixões.
Fique atualizado.

Botafogo

O clube carioca segue com a esperança em Ênio, de 18 anos, o jogador foi um dos destaques da Copinha em 2019.

Corinthians

O nome de 2020 na Copinha para o Corinthians é o jogador Lucas Piton. Ele entrou para o Futebol profissional no Brasileirão 2019 e até deu uma assistência ao craque Gustagol. O jogador já é um dos nomes cotados para fazer parte do elenco principal do Corinthians quando a Copinha acabar.

Cruzeiro

O meia-atacante Gustavo Rosa de 18 anos é a joia do Cruzeiro em 2020. Em 2019 ele foi vice-artilheiro na Copa São Paulo, marcando quatro gols pelo Cruzeiro. O jogador está sendo cotado como uma das apostas da Toca da Raposa em 2020 no profissional.

Fluminense

O Fluminense está apostando tudo no volante André de 18 anos. Ele é o capitão do time e tem se destacado por sua postura profissional e liderança nata. O atacante é o primeiro na fila para virar profissional pelo Fluminense.

Grêmio

Apesar de Pedro Lucas e Diego Rosa estarem em evidência. Pedro Lucas, inclusive, foi indicado por Ronaldo Fenômeno para uma peneira no clube gaúcho, e, desde então, não saiu mais, e nada menos que Real Madrid e Barcelona já observam a joia.

Internacional

O armador Cesinha é a aposta do Internacional para a Copinha 2020. Ele vai ser o capitão do time na Copa São Paulo.

Palmeiras

O Palmeiras nunca venceu a Copa São Paulo. Mas esse ano o clube está apostando em Gabriel Silva de apenas 17 anos para conquistar o primeiro título na Copinha. Apesar da pouca idade Gabriel balançou a rede em todas as finais que ele disputou ano passado.

Santos

O Santos é conhecido por suas revelações na categoria de base, inclusive o craque Neymar. Nessa copinha o time está confiando no potencial de Marcos Leonardo de apenas 16 anos.

São Paulo

Depois de Antony subir para o profissional, o São Paulo agora está apostando em outro nome na Copinha, o volante Rodrigo Nestor, que será integrado ao time principal depois que a Copinha acabar.

Vasco

Esse ano o Vasco vai apostar as fichas em Riquelme, lateral-esquerdo de 17 anos. O garoto tem muito potencial, mas vai ter que tomar cuidado com problemas físicos que o atrapalharam ano a passado.

Não perca a nossa página no Facebook!