O Milwaukee Bucks manteve sua ótima campanha na temporada regular da liga norte-americana de basquete (NBA) ao bater o Chicago Bulls, por 123 a 102, no United Center, nesta segunda-feira (30).

Mesmo fora de seus domínios, os donos do melhor desempenho do campeonato até aqui impuseram um forte ritmo tanto no ataque quanto na defesa e dificultaram bastante as ações ofensivas dos Bulls. Para que um arremesso ocorresse a franquia dirigida pelo técnico Jim Boylen, tinha que rodar bastante a bola em busca da oportunidade mais clara, devido ao ímpeto e aplicação tática dos Bucks.

No primeiro quarto o time inicial escolhido por Mike Budenholzer, saiu largando na frente do placar e se manteve sem sofrer nenhuma cesta até pouco mais de dois minutos e trinta segundos de jogo.

Khris Middleton, Giannis Antetokounmpo, Brook Lopez, Donte DiVicenzo e Eric Bledsoe, começaram ligados o duelo em busca do objetivo.

O armador de Wisconsin foi quem abriu a contagem ao partir para cima de Wendell Carter Jr., e concluir o lance utilizando a tabela. Na sequência da partida Middleton aproveitou um erro na criação do adversário para ampliar a diferença.

Com um bom posicionamento em quadra os espaços para troca de passes dos anfitriões ficaram reduzidos, e as infiltrações no garrafão não surtiam efeito, enquanto isso Giannis Antetokounmpo começava a dar seu espetáculo nos contra-ataques puxados por Eric Bledsoe: a primeira enterrada do grego ocorreu desta maneira, o atleta mais valioso da última edição do torneio (MVP) recebeu assistência na medida para completar a ponte aérea.

Além de sua presença no momento dos arremates, Giannis foi consciente para o destaque em conjunto, quando bem marcado, normalmente com dobra dos defensores, o camisa 34 não hesitou em dividir as oportunidades de chute para quem estivesse melhor posicionado.

O Chicago com o quinteto titular composto por Kris Dunn, Lauri Markkanen, Wendell Carter Jr., Zach LaVine e Tomas Satoransky, só levantou sua torcida no ginásio quando Dunn aplicou um drible desconcertante em Khris Middleton, e fez dois pontos de bandeja; 31 a 20 a favor do Milwaukke, nos 12 minutos.

No outro período o desempenho do Chicago Bulls evoluiu, e a segunda unidade da equipe contribuiu consideravelmente no ataque, principalmente Coby White. O novato de 19 anos e 1,96 m de altura, saiu do banco de reservas para dar um novo ânimo à sua franquia.

Foi um verdadeiro festival de bolas de três, ao todo, o time do Estado de Illinois converteu sete arremates de longa distância: Coby White encestou três vezes, assim como Lauri Markkanen, Satoransky acertou uma.

Mesmo com um volume superior, Antetokounmpo e o turco Ersan Ilyasova, mantendo o rendimento ofensivo, não deixaram os mandantes assumirem a ponta. Pat Connaughton freou a reação dos Bulls dando dois tocos, um em Coby, outro em Markkanen; os times foram para o intervalo com vantagem para os Bucks, 55 a 52.

Para o terceiro quarto prevaleceu o melhor momento do líder do campeonato, seus astros chamaram a responsabilidade para desequilibrar o confronto. Bledsoe, Middleton e Giannis Antetokounmpo tiveram ótima performance.

Aconteceram enterradas explorando a agilidade de Giannis, trocas rápidas de passes para confundir o rival, além do aproveitamento nos arremessos do perímetro melhorar, foram quatros tiros certeiros.

Com pleno domínio perante o oponente foi inevitável que a diferença se expandisse: 95 a 77.

No último período a missão do Chicago era tentar uma virada épica contra o melhor time do torneio, mas não foi possível, pelo contrário, o quarto terminou 28 a 25 para os visitantes, 123 a 102, no total. Com isso o Milwaukee chegou a 30ª vitória na competição com apenas cinco derrotas sofridas, e manteve-se no primeiro lugar da Conferência Leste.

Já o Chicago Bulls permaneceu na nona posição, com 13 jogos ganhos e 21 perdidos, o Orlando Magic que está em oitavo, e detém um triunfo a mais, perdeu para o Atlanta Hawks, nesta quarta-feira, por 101 a 93, no Amway Center.

Destaques da partida

  • Bucks- Giannis Antetokounmpo, 23 pontos, 6 assistências e 10 rebotes (duplo-duplo); Khris Middleton, 25 pontos, 4 assistências e 6 rebotes; Eric Bledsoe, 15 pontos, 3 assistências e 3 rebotes.
  • Bulls- Zach LaVine, 19 pontos, 5 assistências e 4 rebotes; Coby White, 18 pontos, 1 assistência e 4 rebotes; Lauri Markkanen, 18 pontos, nenhuma assistência e 6 rebotes.

Próximos compromissos

  • Chicago Bulls e Utah Jazz, no United Center, quinta-feira (2), às 22h (horário de Brasília).
  • Milwaukke Bucks e Minnesota Timberwolves, na Fiserv Forum, quarta-feira (1°), às 22h (horário de Brasília).

Siga a página NBA
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!