Em um jogo que era para ter se iniciado na noite de quinta-feira (30), mas a bola só rolou na manhã desta sexta (31), o Vasco foi derrotado pela Cabofriense em São Januário por 1 a 0, resultado que praticamente eliminou o time cruz-maltino da briga por uma vaga nas semifinais da Taça Guanabara.

Inicialmente o duelo, válido pela quarta rodada, estava agendado para a noite de quinta, mas as fortes chuvas que caíram no Rio de Janeiro provocaram a queda de energia elétrica no estádio, impossibilitando a realização da partida, que foi remarcada para às 11 horas desta sexta, uma vez que não havia espaço no calendário para marcar o jogo em outra data.

No domingo, o Vasco já tem jogo contra o Botafogo.

Essa mudança também se refletiu nas arquibancadas de São Januário. Dos quase 8.500 torcedores que tinham comprado ingresso para o jogo, pouco mais de 3 mil estiveram presentes na manhã desta sexta. O clube informou que irá reembolsar os torcedores que compraram o ingresso, mas não puderam comparecer ao estádio.

Muito calor

Se a noite foi de muita chuva, a manhã seguinte foi de forte calor no Rio de Janeiro, o que até fez com quem um torcedor passasse mal nas arquibancadas e precisasse de atendimento médico.

Em campo, o Vasco fez uma apresentação bem abaixo das expectativas de seu torcedor e pouco criou na primeira etapa, ainda sendo castigado no final quando o adversário abriu contagem.

O único gol do jogo saiu aos 46 minutos da primeira etapa, após Léo Aquino sofrer pênalti de Werley, que ainda levou cartão amarelo no lance. O mesmo Léo Aquino se apresentou para a cobrança e não desperdiçou. E o time visitante só não havia aberto o placar mais cedo por conta da individualidade de seus atacantes, que foram fominhas na partida.

No segundo tempo, com as entradas dos garotos Vinícius e Juninho, o time da casa passou a pressionar, mesmo assim não conseguiu mudar sua situação dentro da partida. O técnico Abel Braga e o presidente Alexandre Campello foram alvos de xingamentos dos torcedores que também entoou o canto de “time sem vergonha”.

Situação do Vasco

Com apenas quatro pontos em quatro jogos, o Vasco nas duas rodadas que falta para o encerramento da primeira fase da Taça Guanabara já não consegue mais alcançar o Fluminense, primeiro colocado com 12 pontos.

Além disso, basta apenas que Volta Redonda ou Madureira somem mais dois pontos nessas duas rodadas para que o time seja matematicamente eliminado das semifinais.

Pressionado, o Botafogo entra em campo no próximo domingo (2), quando enfrenta o Botafogo às 16 horas, no estádio Nilton Santos. O time pode ir para o estádio já eliminado, uma vez que no sábado o Madureira pega o Bangu e se vencer não poderá mais ser alcançado pelo Gigante da Colina.

Siga a página Futebol
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!