Fora dos relacionados do Palmeiras para a disputa da Florida Cup, o atacante Dayverson pode ser emprestado ao Getafe, da Espanha. O jogador de 28 anos deve viajar para o país europeu ainda nesta quinta-feira (16), onde fará exames. Enquanto espera uma definição de seu futuro, o atleta segue treinando na academia de Futebol, em São Paulo.

O acordo com o clube espanhol prevê a obrigatoriedade de compra ao final do empréstimo de acordo com metas a serem cumpridas. O contrato do jogador com o time paulista vai até a metade de 2022, mas ele perdeu muito espaço no elenco e não faz parte dos planos da comissão técnica palmeirense.

O negócio com o Getafe ainda não está totalmente assegurado, uma vez que há a necessidade de algumas variáveis serem discutidas e a liberação se dará apenas após algumas condições serem aceitas.

O atacante foi contratado em julho de 2017, quando o Palmeiras investiu cinco milhões de euros – 19 milhões de reais na época – para ter 70% dos direitos federativos do jogador. Dessa forma, parte do arrecadado em uma eventual venda precisará ser repassado. Além do Getafe, o jogador também despertou interesse do futebol da China, além do Atlético Mineiro e do Internacional.

Além de Dayverson, outros dois jogadores do Palmeiras também podem rumar para o futebol espanhol. Matheus Fernandes está sendo negociado com o Barcelona e Gustavo Scarpa tem proposta do Almería.

Luxemburgo fala da estreia do Palmeiras

Nesta quarta-feira (15), o Palmeiras iniciou sua temporada com um empate sem gols diante do Atlético Nacional pela Florida Cup. Ao final da partida o técnico Vanderlei Luxemburgo analisou o desempenho da equipe explicou a não utilização de Gustavo Scarpa.

O treinador palmeirense disse que seu time jogou contra uma equipe “escolada”, que está acostumada a jogos importantes, o que para o Palmeias foi bom porque o time já começa a entrar no ritmo.

“Obrigou a nossa equipe a ter de forçar mais. Gostei muito da atuação”, analisou o palmeirense.

Ele também comentou o fato de ter colocado os atletas para treinarem na parte da manhã no mesmo dia do jogo, o que não é comum no futebol. “Não foi nenhuma loucura treinar de manhã. O time jogou 45 minutos forte, não senti nenhum desgaste”, disse Luxemburgo, reafirmando que o jogo foi bom, dentro do planejamento traçado.

Sobre a não escalação de Gustavo Scarpa, Vanderlei Luxemburgo disse que seria irresponsabilidade escalar um jogador que está sendo negociado, uma vez que uma lesão arruinaria a transferência. “Seria irresponsável colocar e ter uma lesão, e uma venda ser cancelada”. A mesma justificativa valeu para Matheus Fernandes, que está a caminho do Barcelona, da Espanha.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Palmeiras
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!