Vanderlei Luxemburgo, técnico do Palmeiras, teve uma parte de seu salário penhorado pela justiça, um total de 15% do valor que ele recebe no Verdão. Agora o Palmeiras terá de depositar o salário de Luxemburgo em suas etapas, 15% em juízo e 85% na conta do técnico.

A penhora de parte do salário de Luxemburgo aconteceu porque ele tem uma dívida com o ex- jogador de futebol, Marcelinho Carioca. A dívida se refere a um processo movido pelo ex jogador contra Vanderlei Luxemburgo em 2007.

Luxemburgo terá de pagar R$351.

188,67 a Marcelinho Carioca por danos morais, pois em 2007 o técnico chamou o ex jogador de '' moleque'' e '' safado'' em entrevista na TV Bandeirantes. Com a atualização da dívida, contando os juros e a correção monetária, ela passa dos R$520 mil.

Agora, o Palmeiras terá de depositar 15% do salário de Vanderlei Luxemburgo até que a dívida com o ex-atleta seja sanada. A decisão foi da juíza Tônia Yuka Koroku.

O Vasco também chegou a depositar

A mesma juíza que determinou a penhora do salário de Luxemburgo agora que ele está no Palmeiras, também tomou a mesma decisão quando ele treinava o Gigante da Colina, a porcentagem foi igual, 15%.

Mas Marcelinho não pode usufruir do dinheiro na época, ele também teve o dinheiro penhorado pela justiça. A empresa L.Coelho e J. Morello Advogados afirmou que Marcelinho devia a eles R$1.502.285,40 em honorários não pagos entre 2000 e 2005.

Processo de Marcelinho contra Luxemburgo

Em 2016 o ex jogador de futebol, Marcelinho Carioca, entrou com um processo por danos morais contra Vanderlei Luxemburgo.

A confusão teve inicio depois de Luxemburgo se exaltar em uma discussão acalorada no extinto ' ' Por Dentro da Bola'' na TV Bandeirantes.

Vanderlei Luxemburgo atacou o '' pé de anjo'' várias vezes, o chamando de '' moleque'' e ''safado'' . Depois de o processo rodar por dois anos na justiça, Vanderlei Luxemburgo acabou sendo considerado culpado e em primeira instância teria de pagar R$76 mil.

O processo foi para segunda e terceira instância e Marcelinho Carioca venceu em ambas.

Em maio de 2016 o processo já transitava sem direito a recursos, na época a advogada de Marcelinho Carioca recalculou a indenização e ela já havia atingido os R$351 mil e não cabia mais nenhum recurso.

Na ocasião, Claudia Ferreira, que representava o ex-jogador, disse ao Uol que não havia saldo na conta de Luxemburgo e nem bens que pudessem ser penhorados.

Na época Luxemburgo estava prestes a assinar contrato com o Gigante da Colina. Em nota a assessoria do técnico disse que Marcelinho tinha prometido que não iria seguir com o processo, mas a informação foi desmentida pela advogada do ex atleta.

O fato é que agora que assinou com o Palmeiras, Luxemburgo vai continuar pagando a dívida a Marcelinho Carioca, agora por meio judicial.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Palmeiras
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!