Paulo Vinícius Coelho é o novo contratado do Grupo Globo. Conhecido por suas análises bem detalhadas e uma memória invejável, o jornalista passou os últimos cinco anos no canal por assinatura Fox Sports. Antes, havia trabalhado por uma década na ESPN Brasil.

As primeiras informações sobre a troca de emissora do jornalista haviam surgido no dia 9 de janeiro, mas somente nesta terça-feira (21), que o grupo Globo se manifestou sobre o assunto por meio de uma matéria no portal Globoesporte.com.

Apesar da estreia oficial no novo canal ser apenas no dia 3 de fevereiro, o jornalista de 51 anos, nascido em São Paulo e formado na Universidade Metodista, já esteve na redação para conhecer todos os detalhes da nova casa.

“O nome disso é ansiedade”, disse o novo integrante da equipe de esportes do Grupo Globo.

O namoro com o Grupo Globo vem de longa data, como admite o próprio jornalista. “Existia uma troca de olhares antiga, que agora virou namoro de verdade”, disse. “Vou trabalhar para caramba para deixar todo mundo feliz e eu ser feliz aqui também”, seguiu o jornalista.

A principio, sua participação será apenas para os canais fechados do Grupo Globo – SporTV e Premiere - , mas nada impede que no futuro ele também possa aparecer nos programas esportivos e nas transmissões em TV aberta.

Após cinco anos na emissora, PVC deixou a Fox em um momento de incertezas e a iminente fusão com a ESPN, uma vez que os dois canais passam a ser de propriedade do Grupo Disney. Tal fusão ainda depende de aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

PVC multitarefa

Além das emissoras já citadas, PVC também tem passagens pela revista “Placar”, “Lance!”, e “UOL”, ele também é comentarista da “CBN” e colunista da “Folha de S.

Paulo”. Ele também já escreveu nove livros e sua própria obra deve ser uma biografia de Mário Jorge Lobo Zagallo. Essa ideia é que o livro saía daqui a dois anos.

Além da participação na TV, o jornalista disse que fará um blog – que estava hospedado no UOL e passará para o Globo -, com opinião e informação exclusiva e também estuda a criação de um podcast. “Vou fazer o máximo de coisas que eu puder fazer”, disse PVC, que tem o costume de checar informações sobre todos os times da Série A antes de cada rodada.

Treinadores estrangeiros x treinadores brasileiros

Paulo Vinícius Coelho enxerga com ponderação essa nova onda de técnicos estrangeiros no Brasil após o sucesso de Jorge Jesus no Flamengo e Jorge Sampaoli no Santos. Para ele, a imprensa tem separado os técnicos “entre os competentes e os brasileiros”, algo que ele não concorda. O comentarista diz que também existem treinadores estrangeiros incompetentes, bem como brasileiros competentes.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!