O São Paulo Futebol Clube começou o ano de 2020 com uma vitória de 2 a 0 sobre a equipe do Água Santa, nesta quarta-feira (22), no Estádio do Morumbi, pela primeira rodada do Campeonato Paulista. Os gols foram feitos por Pablo e Daniel Alves, ambos na etapa inicial.

Além dos três pontos obtidos com o sucesso e a liderança do Grupo C, o rendimento e a forma de atuar chamaram a atenção devido à grande movimentação exercida pelo time no gramado, outra característica marcante foi a paciência dos atletas ao tocar a bola de pé em pé até que os espaços para avançar aparecessem.

Depois de passar a pré-temporada ajustando suas peças em campo e fortificar sua ideia de jogo na mentalidade do elenco, Fernando Diniz, técnico são-paulino, conseguiu demonstrar uma evolução na maneira com que o time conduz a partida, e se porta desde a construção dos lances do setor defensivo ao ataque.

Por inúmeras vezes o Tricolor ficou trocando passes entre seus defensores, incluindo o goleiro Tiago Volpi, à espera de uma aproximação de alguém para dar seguimento à jogada, normalmente Daniel Alves e Tchê Tchê faziam este trabalho, dando maior qualidade na saída e velocidade nos avanços do time.

Frequentemente o rival de Diadema se postava atrás esperando as investidas do mandante, posicionando-se para dificultar a criação, entretanto quando subiam a marcação para pressionar, visando o roubo de bola, na maior parte das oportunidades, não obtinham êxito, e deixavam buracos no meio de campo, setor que o São Paulo soube explorar bastante, quando trocava toques rápidos em progressão.

100 jogos de Bruno Alves

A noite Futebolística de abertura do torneio também foi especial para Bruno Alves, o zagueiro completou 100 jogos pelo Time da Fé, destacando-se pela seriedade, responsabilidade e respeito ao vestir as três cores do tricampeão do mundo (1992,1993 e 2005).

Seu companheiro Arboleda não teve vida fácil no que se refere à receptividade dos torcedores, as organizadas criticaram o equatoriano por ele vestir uma camisa do Palmeiras durante seu período de férias.

Rendimento de Hernanes, de Pablo e de Pato

No duelo de abertura da temporada, o Estádio Cícero Pompeu de Toledo, contou com um público de 18.493 torcedores, que viram alguns nomes fortes do elenco desempenharem suas funções: Hernanes, o armador de 34 anos, que sofreu com lesões durante o ano passado, entrou como titular, fez boa estreia, e foi aplaudido pelo seu rendimento.

Pablo que teve o mesmo problema do camisa 15, repetidamente em 2019, fez o primeiro gol da partida, e busca regularidade para dar sequência como centroavante goleador. Na saída do gramado, ao ser substituído por Brenner, foi cumprimentado por Fernando Diniz.

Dentre os jogadores com maior cobrança para melhorar as atuações, Alexandre Pato, que esteve no banco de reservas durante boa parte do espetáculo, para que Helinho atuasse, entrou no lugar do garoto revelado pelas categorias de base do clube, aos 19 minutos do segundo tempo. Pato não balançou as redes e não se destacou individualmente, com dribles, porém demonstrou vontade ao participar de divididas e qualidade em tabelas na entrada da área, inclusive, recebeu um cartão amarelo por uma disputa mais ríspida com o arqueiro Thomazella.

Contestada por um possível rigor na aplicação da punição, a árbitra Edina Alves Batista, não hesitou na sua decisão, e a manteve.

Gols da partida

Com cinco minutos de bola rolando o Tricolor largou à frente no placar, em um ótimo passe de Vitor Bueno para Pablo, o atacante dominou, trouxe para dentro, limpando o defensor, e disparou um chute forte no canto direito, 1 a 0, e muita comemoração por parte do matador.

A vantagem foi ampliada aos 42’, com o craque Daniel Alves, ele fez a alegria da massa tricolor, após grande participação coletiva até que as redes do rival fossem balançadas: houve diversos passes entre os são-paulinos para que o gol ocorresse. O camisa dez recebeu assistência de Vitor Bueno e finalizou em cima da zaga, no rebote, não perdoou...

2 a 0.

Escalações das equipes

  • São Paulo- Tiago Volpi, Arboleda, Juanfran, Bruno Alves, Léo Pelé, Tchê Tchê, Hernanes, Daniel Alves, Vitor Bueno, Helinho e Pablo; técnico: Fernando Diniz; esquema (4-3-3).
  • Água Santa- Thomazella, Andrés, Luís Ricardo, Walisson Maia, Jonathan, Pio, W ellington Reis, Robinho, Marquinho, Felipe Azevedo e Dinei; treinador: Fernando Marchiori; (4-3-3).

Próximos compromissos

  • Palmeiras e São Paulo, na Fonte Luminosa, domingo (26), às 16 horas (horário de Brasília).
  • Água Santa e Grêmio Novorizontino, no Distrital do Inamar, sábado (25), às 15h (horário de Brasília).

Siga a página Futebol
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!