O técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, de 63 anos, está internado da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo. A pedido da família, a instituição não deu detalhes sobre seu estado de saúde.

De acordo com informações apuradas pelo portal Globo Esporte e também pelo portal UOL, o técnico vinha lutando contra um câncer de fígado, descoberto no começo deste ano e que já estava em estágio avançado. Após realizar sessões de quimioterapia, seu quadro evoluiu, mas recentemente se agravou e o levou a ser internado na semana passada em Campinas, mas por conta da gravidade de seu estado, ele acabou sendo transferido para a capital.

O último trabalho de Vadão foi com a seleção feminina, que chegou até as oitavas de final da última Copa do Mundo, sendo eliminada pela França. Ainda de acordo com o UOL, a família de Vadão pediu sigilo em torno de sua saúde e recebeu apoio da CBF.

Ao longo da carreira trabalhou em diversos clubes paulistas, como Guarani, Ponte Preta, Portuguesa, São Paulo –quando lançou Kaká ao time profissional–, e Mogi Mirim, neste último ganhou notoriedade ao comandar o carrossel caipira, formado por Válber, Rivaldo e Leto.

Mister Dérbi

Com identificação muito forte com a cidade de Campinas, ele carrega o tabu de jamais ter perdido um derby, seja por um lado ou por outro. Quando dirigia o lado verde, venceu quatro duelos e empatou um.

Já pelo lado alvinegro, foram três empates e uma vitória. Isso lhe rendeu o apelido de Mr. Dérbi.

A delicada situação de saúde do treinador uniu os dois rivais, que nas redes sociais postaram mensagens lhe desejando força.

“Nos momentos bons e ruins, sempre estivemos juntos e, agora, não será diferente”, dizia um trecho da mensagem publicada pelo Guarani.

“A Ponte Preta deseja melhoras ao técnico Vadão (...) torcendo por uma rápida recuperação do treinador”, manifestava um trecho de uma postagem da Ponte Preta.

Ponte também homenageia Thalles

Na última segunda-feira (18), a Ponte Preta prestou uma homenagem ao jogador Thalles, que naquela data estaria completando 25 anos de idade.

O jogador, que estava emprestado pelo Vasco, morreu em junho do ano passado em um acidente de moto no Rio de Janeiro. O acidente ocorreu em um período em que os clubes deram folga aos jogadores por conta do recesso da Copa América.

Nas redes sociais foi postado um vídeo de um gol dele marcado no clássico contra o Guarani naquele mesmo ano junto com uma mensagem de apoio aos familiares e amigos. O gol, marcado de pênalti, abriu a vitória por 3 a 0 da Macaca sobre o Bugre, em duelo válido pela primeira fase do Campeonato Paulista. Na comemoração ele usou a máscara de gorila, um dos símbolos do clube, o que o fez cair nas graças do torcedor.

Siga a página Futebol
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!