A primeira semana Gre-Nal após a pausa do futebol por conta da pandemia está oficialmente decretada. Contudo, diferentemente dos clássicos passados, o confronto entre Grêmio e Internacional pelo clássico 425, a ser realizado nesta próxima quarta-feira (22), às 21h30, foi envolto de muitas polêmicas até sua concretização.

Isso porque, com o veto da prefeitura de Porto Alegre em realizar a partida na cidade, coube a FGF (Federação Gaúcha de Futebol) buscar alternativas para não cancelar o clássico e, consequentemente, o campeonato gaúcho. Em reunião extraordinária neste domingo (19), ficou decidido que o Gauchão seria decidido dentro de campo.

Gre-Nal e a preparação das duas equipes

O técnico Renato Portaluppi voltou a Porto Alegre há pouco mais de uma semana e já realiza treinos táticos após a liberação da prefeitura por meio de decreto. Apesar de não ter o time titular definido, ao que tudo indica o Grêmio não deve fugir muito da formação adotada contra o Internacional nos últimos confrontos entre as duas equipes.

A grande baixa da equipe gremista é a saída de Caio Henrique, que precisou deixar o clube para voltar ao Atlético de Madrid por solicitação do técnico Diego Simeone. Com a vaga deixada na lateral-esquerda, Bruno Cortez deve retomar naturalmente a sua titularidade e ter como sombra os garotos Guilherme Guedes e Matheus Nunes.

Diferentemente do técnico gremista, o colorado Eduardo Coudet permaneceu na capital gaúcha observando o trabalho da equipe e sempre junto do elenco. Com treinos fechados, Coudet pôde ter mais tempo para observar a condição física de seus atletas para o clássico.

Com uma boa partida na Arena do Grêmio quando as duas equipes se enfrentaram pela Libertadores, Coudet deve fazer mais do mesmo e pequenas alterações só devem ser realizadas a fim de fazer as devidas manutenções necessárias na equipe titular.

Gre-Nal em Caxias do Sul

A prefeitura de Porto Alegre decidiu vetar o clássico Gre-Nal na capital. Por conta da pandemia do coronavírus, bem como o agravamento da situação na capital, o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan (PSDB), decidiu proibir a realização do clássico 425 no Beira-Rio, estádio do Internacional.

Para evitar o cancelamento da partida, a FGF correu atrás de outras sedes no interior que estariam disponíveis para sediar a partida. Em um primeiro momento, Novo Hamburgo foi cogitada, mas a prefeitura rapidamente também vetou a realização do clássico.

Por fim, a FGF conseguiu um acordo com a prefeitura de Caxias do Sul, que concordou em receber a partida entre Grêmio x Internacional, a ser realizada nesta quarta-feira (22), às 21h30, válido pelo Gauchão.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Grêmio
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!