Após boa atuação na vitória de 1 a 0 sobre o Athlético-PR no último sábado, em Curitiba, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, Lucas Calegari, atleta revelado nas categorias de base do próprio clube, ganhou a disputa de Igor Julião e será mantido na lateral-direita do Fluminense para o importante desafio desta terça (25), às 21h30 (de Brasília), no Maracanã, contra o Figueirense, partida de volta da terceira fase da atual edição da Copa do Brasil.

Poupados no final de semana, o zagueiro Nino, o meia Nenê e o atacante Evanilson retornam normalmente ao time titular, substituindo, respectivamente, Digão, Ganso e Wellington Silva.

Outros que voltam são o volante Hudson e o centroavante Fred. Ambos desfalcam o Tricolor há um certo tempo por conta de lesões e ficarão como opções do técnico Odair Hellmann no banco de reservas.

Sendo assim, o Flu irá campo tendo Muriel, Calegari, Nino, Luccas Claro e Egídio; Yuri, Dodi e Nenê; Michel Araujo, Evanilson e Marcos Paulo. Pelo fato de ter sido derrotada por 1 a 0 no dia 11 de março, em Florianópolis, a agremiação das Laranjeiras necessita de vitórias a partir de dois gols de diferença para avançar na Copa do Brasil sem a necessidade da disputa de pênaltis. Os tiros livres da marca do cal só acontecerão se os cariocas venceram pela diferença mínima, independente do placar.

Como a pandemia do Coronavírus impede a presença de público nos estádios, os torcedores do Fluminense precisarão recorrer aos meios de comunicação para prestigiar a sua equipe.

Uma das opções é a TV fechada. O duelo entre o Tricolor das Laranjeiras e o Figueirense será atração do Sportv e do Premiere, ambos pertencentes ao Grupo Globo.

Vitória em Curitiba faz crescer confiança

Com um gol contra de Felipe Aguilar nos acréscimos do primeiro tempo, o Fluminense derrotou o Athlético-PR por 1 a 0 no último sábado.

Mais importante do que chegar aos sete pontos e ser, no momento, o sétimo colocado no Campeonato Brasileiro, o Tricolor, diante do resultado alcançado em Curitiba, parece ter adquirido a confiança necessária para atingir o resultado necessário na Copa do Brasil.

O Flu, porém, precisará encerrar um incômodo tabu.

Desde o dia 15 de março, quando fez 2 a 0 sobre o Vasco, ainda pelo campeonato Carioca, o time verde, branco e grená não sabe o que é vencer um adversário por, no mínimo, dois gols de diferença.

Outro ponto a ser destacado é que, em 13 partidas (11 oficiais e dois amistosos), o Fluminense apenas em uma oportunidade, conseguiu fazer dois gols dentro dos 90 minutos. O feito aconteceu na vitória sobre o Internacional, por 2 a 1, pela 3° rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo com dificuldades de criação de jogadas perigosas, o Tricolor demonstra confiança de que é possível se obter a virada e permanecer na competição nacional.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Fluminense
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!