A tarde desta quarta-feira (12) uniu os brasileiros na torcida por Neymar Jr. nas quartas de final da Uefa Champions League. Em uma partida emocionante do começo ao fim, o PSG saiu como o vitorioso no confronto diante da Atalanta, pelo placar de 2 a 1, de virada. Os bravos italianos tentaram segurar a equipe francesa, mas, no fim, a qualidade da equipe parisiense acabou se sobressaindo.

Agora, a equipe do PSG aguarda por RB Leipzig ou Atlético de Madrid para a inédita disputa da semifinal da Uefa Champions League, que terá apenas uma partida decisiva em Lisboa, capital de Portugal.

Neymar tem primeiro tempo de ouro

Logo nos primeiros minutos de jogo, Neymar já mostrou ao que veio e, apesar de perder um gol cara a cara contra o goleiro da Atalanta, a intensidade, a velocidade e a disposição do brasileiro mostravam que a partida teria um ingrediente especial.

Contudo, quem saiu na frente foi a Atalanta, com Mauro Pesalic, aos 26 minutos de jogo, depois de um belo chute inalcançável para o goleiro Navas, do PSG. Logo depois, o jogo tomou outras proporções, com Neymar tentando pelo lado do PSG, enquanto a Atalanta buscava espaços para sair com seu contra-ataque rápido.

Atalanta melhor que o PSG

Embora Neymar estivesse em uma noite inspirada, os comandados de Gasperini fizeram o jogo clássico da equipe de Bérgamo.

Intensidade, marcação próxima, contra-ataque em velocidade e troca de passes aceleradas buscando o gol.

Em um primeiro tempo que teve maior presença da equipe italiana no campo ofensivo, a Atalanta acabou tendo as melhores chances. Entretanto, com o início da segunda etapa, o jogo mudou, a Atalanta cansou e deu campo ao PSG.

Quando Mbappé foi chamado para entrar, o solitário Neymar ganhou um companheiro importante para decidir o jogo já na reta final de partida.

Entrada de Mbappé muda o jogo

Com Mbappé em campo, Neymar tinha um companheiro sólido na frente. Icardi, apagado, deixou o campo também para a saída de Choupo-Moting, que foi crucial para a vitória da equipe.

Em uma jogada de bola área, inclusive, que envolveu o novo trio de ataque no jogo do PSG, aos 89 minutos de partida, Marquinhos recebeu de Neymar e empurrou a bola para dentro do gol, o que levaria a partida para a prorrogação.

Com a equipe da Atalanta já cansada, e inclusive com um jogador a menos, uma vez que Freuler, machucado, precisou ficar em campo apenas para fazer número, o PSG se lançou à frente.

Draxler e Paredes mudam o jogo

A presença maior do meio-campo no jogo colocou o PSG mais ofensivo e organizado. Com isso, Draxler tocou para Neymar, que encontrou um passe primoroso, em profundidade, para Mbappé, que cruzou na medida para que Choupo-Moting, já aos 93 minutos de jogo, escorar para as redes sem qualquer ação do goleiro.

Era o 2 a 1 que coloca o PSG na semi-final da Uefa Champions League 2019/20.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Neymar
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!