O Grêmio segue investindo no mercado da bola e na procura por nomes para qualificar o elenco. Com a promessa de abrir os cofres, o Tricolor pretende fazer a aquisição de jogadores que cheguem para a titularidade na equipe. Entretanto, os altos valores praticados no mercado têm inviabilizado.

Ao trabalho, o Grêmio já se reposiciona no mercado na busca por um volante. A recusa de Rafael Carioca acabou frustrando os planos do clube, que via no jogador do Tigres a peça-chave que faltava na engrenagem do meio-campo da equipe, para dar um salto de qualidade no time de Renato Portaluppi.

Grêmio desiste oficialmente de Rafael Carioca

As negociações entre Grêmio e Rafael Carioca foram mantidas em completo sigilo dentro da diretoria Tricolor, até que o comentarista Willie González, da Multimedios Deportes, resolveu falar sobre as atitudes de Rafael Carioca em meio à negociação, bem como sobre a proposta do Tricolor. "Tem um jogador que quer sair e está fazendo tudo o que é humanamente possível para ir. O representante do [Rafael] Carioca sentou com o Grêmio, que disse claramente 'vamos adquirir o jogador'. A oferta que propuseram, no entanto, foi ridícula", disse o comunicador.

De acordo com informação divulgada pelo jornal El Porvenir, de Monterrey, o Tigres recusou uma proposta de US$ 1,22 milhão (cerca de R$ 7 milhões) feita pelos gaúchos.

Uma segunda proposta também teria sido feita, mas ambas foram recusadas e as negociações foram dadas como encerradas pelo volante de 31 anos. "Estamos descartando o Rafael Carioca. Fizemos duas propostas por escrito para o Tigres-MEX, mas eles não aceitaram reduzir os valores da multa", disse Romildo Bolzan em entrevista ao jornalista André Silva, da Rádio Gaúcha.

Com a desistência, o Grêmio retorna ao mercado na busca por um camisa 5. Entre as opções especuladas está um velho conhecido da torcida, Jaílson, volante campeão da Libertadores de 2017. O Grêmio também trabalho outros nomes, mas mantém em sigilo.

Grêmio tenta Douglas Costa, mas vê dificuldade em negócio

Na entrevista ao jornalista André Silva, o presidente Romildo colocou ainda mais lenha na fogueira sobre a possível negociação do Grêmio com Douglas Costa.

"Olha, o Douglas quem não quer no Brasil um jogador como ele? Mas os vínculos dele estão na Juventus de Turim e no Bayern de Munique. Acha que é fácil?", questionou o presidente, aos risos.

Contudo, foi enfático ao admitir que tentou o atacante. "Então tem que haver possibilidades de conversar. Não estamos dizendo que vamos fazer porque é um negócio que todos desejariam fazer. Mas é complicadíssimo. O Grêmio vai sondar se temos chances de fazê-lo", disse, embora reforçasse que não deseja alimentar o imaginário de ninguém com um possível retorno de Douglas Costa ao Grêmio.

Siga a página Grêmio
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!