O Grêmio tentou nomes para volantes no mercado, porém não foi bem-sucedido. Com as tratativas por Rafael Carioca não avançando, o Tricolor desistiu por falta de opções que agradassem no mercado. Por isso, internamente, a decisão foi frear negociações por volantes e apostar em jovens da base que estão em plena ascensão.

Desde o início da temporada a promessa do presidente Romildo Bolzan foi de trazer nomes incontestáveis para posições específicas. Contudo, caso estas contratações indiscutíveis não fossem feitas, a aposta na base seria o recurso.

No Grêmio, a unanimidade é de não contratar mais jogadores para "compor o grupo de atletas". Portanto, ou chega para jogar ou a aposta será na base. E é isso que o Grêmio pretende fazer com os volantes.

Grêmio mira a base para ocupar lacuna no time

As tratativas por Rafael Carioca emperraram pelos altos valores pedidos pelo Tigres. O Grêmio ainda monitora a situação do volante, mas olhando para o futuro próximo. Por isso, deve apostar na base para ocupar a posição ao lado de Matheus Henrique, que tem sido um dos principais problemas na formação da equipe na temporada passada.

Em função da ausência de um camisa 5 clássico, o Grêmio deve apostar em um dos três volantes que recentemente receberam mais chances e são oriundos das categorias de base do Tricolor.

Lucas Araújo (21 anos)

Após integrar os profissionais no ano passado, mas receber poucas chances, Lucas Araújo enfim recebeu os minutos necessários em 2021. Com um começo promissor, o jogador acabou deixando a desejar em suas últimas apresentações, o que deve abrir brecha para seus outros dois concorrentes pela posição.

Victor Bobsin (21 anos)

Tido como uma das maiores promessas da base do Grêmio, Victor Bobsin passou por problemas de lesão em 2019, o que impediu sua evolução.

Voltando à forma física e com ritmo de jogo, o atleta tem se destacado nas equipes de base e deve ganhar minutos com Renato Portaluppi para ser testado ao lado de Matheus Henrique.

Fernando Henrique (19 anos)

Volante de bom passe curto e longo, Fernando Henrique é visto com bons olhos nas categorias de base do Grêmio, sendo uma das principais opções para ocupar a vaga em aberto ao lado de Matheus no meio-campo.

Ainda jovem, o atleta tem muito a evoluir e deve ganhar mais minutos ao longo do estadual.

Grêmio tenta oferecer Churín por Villasenti

Outro nome que interessa ao Grêmio é o de Villasenti, do Cerro Porteño. Segundo Rafael Pfeiffer, da Rádio Guaíba, o Grêmio monitora o meio-campista e deve oferecer o centroavante argentino, ídolo dos paraguaios, pelo meio-campo. Contudo, a negociação aconteceria apenas no meio do ano, pois a janela de transferências internacional já foi fechada e novas inscrições não estão permitidas. O Grêmio e o empresário de Churín, porém, negam as supostas tratativas.

Siga a página Grêmio
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!