O Vídeo foi publicado pelo canal "Fail Channel", no dia 13, e vem chamando a atenção de internautas curiosos. Enquanto dois ratos realizam um verdadeiro MMA, o gato apenas acompanha o desenrolar do combate. O fato ocorreu na China, mas não é possível precisar quando o fato aconteceu. A intensa luta já rendeu quase 10 mil visualizações no Youtube. 

A situação inusitada demonstra que nem sempre o gato é o pior inimigo do rato.

Conforme o artigo "Por que Gatos Odeiam Ratos", publicado pela "Folha", existe uma hipótese sobre o comportamento do animal. O primeiro se refere ao instinto de caça na natureza. O instinto  de caça é um impulso matador, uma "resposta nativa" que surge por questões genéticas e é muito útil para a sobrevivência dos felinos. Contudo, se o gato está condicionado a um ambiente pacífico, onde a comida lhe resulta de fácil acesso, a vontade de caçar diminui.

É por isso que alguns donos de gatos se queixam pelo fato de que os bichanos não servem para nada. Explicando de outra forma: se você vive bem e ganha comida, por que vai trabalhar?  

Esta observação sobre instinto também encontra oposição. Para observar se o fenômeno é essencialmente instintivo, a matéria indica a necessidade de uma pesquisa científica para avaliar a reação agressiva dos gatos frente aos roedores.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades Animais

Para isso, o animal deveria ter seu ambiente controlado para ter certeza de que ele não aprende observando outros Animais ou se ele já está condicionado ao consumo de carne. Uma pesquisa ministrada por Dr. Kuo demonstrou que a agressividade do gato surge basicamente por aprendizado. A conclusão foi de que quase todos os gatos que viram suas mães atacando ratos acabaram repetindo a ação, estando o animal em jejum ou não.

Além disso, foi estudado o comportamento frente aos roedores enquanto hábito de alimentação e período sem comer. Porém, neste tópico não houve nenhum efeito que alterasse o resultado principal, deixando claro que a experiência com a mãe determina o comportamento caçador do felino. 

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo