Depois de ter causado polêmica ao postar, sem querer, uma imagem onde aparece seminu na cama de casal de um hotel, o português Júlio Santos, que até pouco tempo exercia a função de padre da Diocese de Coimbra, disse que quem tirou sua fotografia foi uma “loirinha”, com quem alega ter mantido relações sexuais. Padre há 30 anos, Santos foi afastado do clero e revelou que não pretende voltar.

O agora ex-padre [VIDEO], Júlio Santos, de 58 anos, diz que a foto onde ele aparece apenas de cueca e meia foi postada por engano em sua rede social, e mesmo tendo a apagado em pouco tempo a imagem já havia se espalhado na web.

Publicidade
Publicidade

A foto postada no Facebook gerou um grande debate devido ao celibato (comprometimento a não se casar), exigido a todos os sacerdotes.

Em entrevista para o jornal de Portugal, Correio da Manhã, Júlio falou sobre seu afastamento da igreja católica, e disse ser maroto e danado, revelando que mesmo que tente não consegue mudar isso. O ex-padre também se defende dizendo nunca ter se apresentado como santo.

Publicidade

Se referindo a mulher, com quem teve relações, ele fala: “serpente tentadora”. Afirmando que na sua opinião a parte afetiva é fundamental e negar isso é como se estivesse se matando. Além disso, o português também alega ter a mente aberta.

Júlio Santos exercia sua função como padre na cidade de Pedrógão Grande, província de Beira Litoral. No entanto, na fotografia polêmica ele aparece em um hotel no Porto, há 171 km de onde cumpria suas funções dentro do clero.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Religião

Além disso, também se sabe que a imagem foi tirada há ao menos 30 dias.

O ex-padre diz que para sossegar o Bispo e não fazer mais escândalo com os fiéis se afasta do seu ministério sacerdotal. Dado o ocorrido, Santos também revela que não voltara a seguir como pároco da Igreja na Diocese de Coimbra.

Fiéis deixam mensagens agradecendo Júlio

Depois de ter usado um grupo social para se despedir dos fiéis, o agora ex-padre recebeu mensagens de apoio e mostrou o quanto era querido como pároco.

Em sua despedida, Santos diz que se molestou a igreja com seus pecados, também a amou até o limite de suas forças. “Saio da Diocese de cabeça levantada”, escreveu. Após publicar o post uma fiel fez questão de comentar agradecendo, o agora ex-padre, por tudo, e diz que o padre falava de um Deus de amor.

Mas, não foi só ela que prestou apoio para Júlio Santos nesse momento. Isso porque está fiel foi seguida por outros integrantes do grupo que também fizeram questão de sair em defesa de Santos.

Publicidade

Outra usuária da rede social ressalta que a justiça de Deus tarda, mas não falha, e termina pedindo para Júlio continuar sendo um bom cristão.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo