Dois homens que foram sequestrados na semana passada em uma residência em São Leopoldo, no Vale dos Sinos, na região metropolitana de Porto Alegre, foram encontrados mortos e enterrados na tarde deste domingo (4), em uma região próxima às bombas do dique, na Vila Paim, em São Leopoldo.

As vítimas, identificadas como Carlos Lasch, de 20 anos, e seu tio Diego Lasch, de 29, foram sequestrados por volta das 22h da segunda-feira passada (29), por três homens armados que teriam invadido a residência da família na rua Carlos Augusto de Souza, no Loteamento Jardim Fênix, no bairro Campina.

Os homens teriam chegado até o imóvel a bordo de um automóvel de cor escura.

Mulheres e crianças também estariam no local na hora do ataque, e de acordo com testemunhas, após os homens terem entrado na residência eles teriam dito aos ocupantes da casa que estariam ali para levar duas pessoas, e um deles chegou a mencionar em levar umas das crianças, de 10 anos, no lugar de um dos adultos raptados, mas mudaram de ideia e sequestraram as duas vítimas. Após o rapto, todos entraram de volta no veículo e fugiram rapidamente do local sem roubar nada da casa.

Investigação

Segundo o delegado titular responsável pelo caso, Rodrigo Zucco, da 2ª Delegacia de Polícia da região, o crime pode estar ligado ao tráfico de drogas. De acordo com Zucco, as vítimas foram sequestradas e mortas por conta de uma briga entre quadrilhas da mesma facção criminosa que atua na região.

Familiares das vítimas relataram que os sequestradores chegaram a pedir um valor de resgate para libertar os prisioneiros no valor de R$ 10 mil, e que o valor chegou a ser entregue, mas mesmo assim os dois foram mortos a tiros. Os bombeiros encontraram os corpos enterrados cerca de 48h após o crime ter sido realizado.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

O caso segue sendo investigado pela polícia, e até o momento nenhum suspeito foi preso.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo