Eu estou sendo muito dura? Talvez. Mas acho que é uma ideia que você já tem que começar a amadurecer. Não é porque você ainda pensa na pessoa que ela também vai continuar a pensar em você.

Seria bom, não seria? Acho que evitaria tanta coisa, tanta briga, mas não é bem assim. Tem aquele tal de “livre-arbítrio”.

Sabe, eu já caí nesse erro tantas vezes. Eu ficava meses e meses pensando na pessoa, se a gente fosse se encontrar e o que aconteceria, como se isso mudasse tudo o que eu sentisse naqueles dias.

Que eu ainda fazia alguma diferença para aquele “carinha”. Não fazia.

Um reencontro para botar os “pingos nos i's” nunca aconteceu. Doeu? Doeu. Nesse mundo a gente tem muita lição pra aprender, mas eu admito que uma das que eu realmente preciso aprender é que ninguém vai lembrar de você. Sim. A gente lembra quando precisa de algum amigo, serviço ou sei lá o que, mas quantas vezes nós nos pegamos lembrando do lado bom de alguém só por simplesmente lembrar? Esquece a questão se a outra pessoa vai valorizar.

Isso não importa agora.

Lembra de alguém que você gosta e pare de relevar as coisas ruins, os defeitos que a pessoa tem colocando isso em primeiro lugar. Defeito você também tem.

É. Eu sei. É difícil entender. Você vai se questionar muitas vezes se quando a pessoa estava com você estava por conta de uma fuga, diversão pura ou por realmente querer você por perto.

E quando acabar, se não ser certo, por favor, seja a última pessoa a manter todo o lado bom dentro de você.

Se ele não fez isso, se ele preferiu esquecer, se os sentimentos dele estão acima de qualquer questão que ele possa vir a entender, cuide de você.

Guarde as memórias boas para quando você estiver mais madura, estando com pessoas que realmente se importam com o seu bem querer, e lembre, de quem quer que seja que tenha passado pela sua vida como um cometa e acabou por desaparecer, só que dessa vez com um belo sorriso no rosto, lembrando das suas e tolices dele, mas que a sua felicidade é muito maior agora para fazer qualquer consideração boa morrer.

As coisas não acontecem como a gente acha que deveria ser, mas talvez... “Graças a Deus”, né? Tem muita coisa ruim que a gente julgar merecer, mas não...

Você só começou a viver para jogar tudo pro alto e se perder.

E mais uma última coisa, quando o sentimento existe, amiga ou meu amigo, não há nada que faça a pessoa querer te esquecer ou pelo menos conseguir te esquecer. E se essa pessoa tentar, ela vai saber o quão não possível abrir mão de uma vida sem te ter.

A pessoa que te merece sabe que tudo perde o brilho quando não há mais você. Entende isso?

Se você for uma dessas pessoas que prefere esquecer, passar uma borracha por cima, por que não luta até o final?

Você se sente mal? Ok, mas você esteve dentro de outra pessoa para saber como ela se sente ou você parou mesmo na parte do “você”?

O orgulho não leva a nada e muito menos o medo do que possa vir a acontecer. O futuro a Deus pertence, então é melhor correr. A gente esbarra na felicidade, mas cisma em não reconhecer.

Pensa nisso.

Siga a página Relacionamento
Seguir
Siga a página Literatura
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!