Desenhista que Pensa, é o pseudônimo de um desenhista que faz tirinhas cristãs, contra o aborto e contra a esquerda, mas ultimamente sofre com desocupados fazendo montagens com o seu trabalho, incluindo montagens pornográficas e ofensivas.

Como começou

De algum jeito, neo-ateus conheceram o trabalho e a página, e fizeram um grupo para fazer montagens ofensivas e heréticas com as tirinhas, até que as montagens foram vistas pelo própio desenhista, que ficou revoltado com a situação e tentou tomar providências, denunciando em massa o grupo.

Essas montagens foram chamadas por eles de "Pensapostagens".

Não intimidados, começaram a fazer montagens pornográficas com as personagens das tirinhas, as colocando em situações eróticas e sexuais, e mandaram, em massa, a foto de um afrodescendente nú em seu perfil, o constrangendo e atrapalhando seu trabalho.

Acordo

Então, o desenhista tentou entrar em acordo com os líderes do grupo, falando que façam montagens, mas que não sejam heréticas e ofensivas, mas a maioria não aceitou, começando uma "guerra", com mais denúncias, montagens toscas, constrangimento e pornografia.

Depois de um tempo se cansaram e passaram a ignorar o desenhista e pararam de enviar coisas diretamente para ele.

Montagens

As montagens foram postadas no grupo e compartilhadas pelo Facebook, exceto as pornográficas que foram compartilhadas em um site chamado "Rule34" e no "Imgur", e também enviadas para o inbox dele para chamar sua atenção.

Algumas em vídeo continham paródias de aberturas de desenhos e jogos famosos, outras montagens eram sem sentido com personagens de outros desenhistas.

As imagens normalmente eram dividas entre montagens com as tirinhas, trocando o sentido para serem ofensivas, e montagens pornográficas com as personagens, as quais eram sodomizadas e sexualizadas em desenhos mal editados.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Religião Política

Como acabou

Sem ter o que fazer, o desenhista desistiu de reclamar e não liga mais para as montagens, as ignorando e continuando seu trabalho. Recentemente ele anunciou uma versão animada de suas tirinhas, que espera que não seja editada de forma ofensiva pelos Neo-ateus. Ele continua postando as tirinhas e imagens normalmente em sua página no Facebook, sem se importar com as provocações.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo