O que a Bíblia quer dizer com jugo desigual em 2 Coríntios 6:14? : "Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos; porquanto que sociedade pode haver entre a justiça e a iniquidade? Ou que comunhão, da luz com as trevas?"

Essa passagem faz analogia de uma comunhão desigual entre um crente e um descrente em todos os tipos de relações humanas, seja casamento, amizade ou sociedade. O jugo é um instrumento de madeira que une dois bois, um de cada lado, junto à carga que ambos puxam.

Um jugo desigual acontece quando um boi forte e um fraco puxam juntos uma carga. O boi forte tem facilidade de puxar a carga, enquanto o mais franco tem dificuldade.

Desta forma, quando há um jugo desigual entre os bois e a produtividade de ambos caem, e o trabalho acaba ficando difícil.

O trabalho, que antemão poderia ser mais fácil, se torna difícil quando há um desacordo entre duas partes. A fraqueza de um se torna a fraqueza do outro quando ambos estão unidos.

A discussão relacionando o jugo desigual em 2 Coríntios 6:14 faz parte de um uma série de admoestações feitas pelo apóstolo Paulo à igreja de Corinto sobre como deve ser vida cristã. Paulo aconselhou os cristãos de Coríntio a evitarem fazer concordância desigual com aqueles que não creem em Cristo Jesus, porque os valores morais cristãos são diferentes dos valores comum humano.

Simplesmente um cristão temente a Deus e um descrente não tem princípios comuns entre si, assim como ensinou Jesus em 1 João 2:15-17: "Não ameis o mundo, nem o que há no mundo.

Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não vêm do Pai, mas sim do mundo. Ora, o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre."

Paulo ensina que os valores do mundo tem o homem como centro e não Deus. Por isso, é dominado pelo Maligno. Sendo assim, os crentes devem buscar se relacionar com quem tem os princípios e valores cristãos.

Quando há um jugo desigual em um relacionamento, um dos dois terá de abrir mão de algo que acredita para evitar conflitos, e o cristão nunca pode abrir mão de seus valores. A tentativa de conviver com uma pessoa que vive conforme os padrões do mundo fará com que ambos andem em círculos assim como os bois.

O jugo desigual descrito no livro de Coríntios também serve para relações comerciais. Quando um cristão entra em um negócio moralmente errado, mesmo que ele não participe ativamente, está sendo conivente, pois os cristãos e os incrédulos têm visões e valores morais opostos, e as decisões no negócio refletem em quem você é.

Em certos momentos numa relação comercial alguém terá que abandonar seus princípios visando a maximização dos lucros e a expansão do negócio. Muitas vezes, para lucrar mais, o sócio descrente pode propor vender um produto ilegal, imoral ou com preço injusto.

Geralmente essa passagem é mais usada para explicar como deve ser as relações de casamento. Em Gênesis, Deus criou o homem para ter uma só esposa e que juntos se tornem "uma só carne", ou seja, Deus criou o homem e mulher para que juntos tenham uma relação tão íntima ao ponto de serem um parte do outro.

A união de um crente e um descrente é em sua essência unir opostos, o que torna a relação difícil e insuportável. #Jesus Cristo #Deus Salve o Rei