O pastor João Oliveira Figueredo, da Assembleia de Deus Vila Industrial, São Paulo, está devendo uma explicação aos fiéis que se sentiram lesados aos constatarem que suas doações não foram utilizadas, como o prometido, para a construção de um novo templo, mas sim para que fosse erguido no lugar uma bela choperia, a "Tilápia Caipira", deixando a todos muito irritados.

Já há algum tempo as polêmicas vêm dominando algumas Assembleias de Deus, isso porque seus dirigentes teimam em se envolver em negócios obscuros, que não condizem com os ensinamentos da bíblia. Alguns exemplos como a Assembleia de Deus Madureira, em Mauá, SP, chamaram atenção nas últimas semanas, quando áudios de conversas entre o vice-presidente da Adbrás e um membro da Igreja, fato que deixou muitos apreensivos. Desta feita foi o escândalo envolvendo o pastor João Oliveira, presidente de uma denominação com mais de 70 anos de tradição.

Entenda o caso

O evangélico está a cerca de 15 anos à frente da ADVI (Assembleia de Deus Vila Industrial) em São Paulo, diante das dificuldades, ele decidiu apelar para os fiéis, pedindo doações para que fossem comprados terrenos para a construção de um novo templo. Durante dois anos a população evangélica contribuiu com doações estipuladas pelo dirigente: membros doavam R$ 50, obreiros R$ 100 ou mais.

Todos receberam um carnê e não fugiram ao compromisso.

Acontece que o tempo passou e nada foi feito, nem templo nem explicação, depois de alguns anos o pastor resolveu comprar três imóveis numa determinada esquina, cerca de 300 metros da atual igreja, ali seria, segundo ele, construído o novo templo. Porém, muros foram erguidos ao redor dos imóveis e lá ficaram por anos sem nada acontecer, tudo que os fiéis viam era o mato crescendo, até que decidiram alugar o terreno para um estacionamento em 2015.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Religião

Contudo, para alegria de todos, em 2017 finalmente viram chegar material de construção, iam começar a erguer o tão sonhado templo, só que não! Para surpresa dos membros da igreja e moradores locais o que eles viram surgir, conforme a construção avançava, um prédio moderno e arejado, mais parecendo um quiosque de praia. E, para horror da população, no dia 3 de março aconteceu a inauguração da choperia "Tilápia Caipira", um lugar aprazível onde qualquer um pode degustar um chope geladinho.

Tudo feito com o dinheiro doado por pessoas crédulas e de boa fé, acreditando que seria para uma casa de oração. O caso foi denunciado ao Ministério Público da região.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo