Os moradores da pequena cidade de Villarramiel, na Espanha, estão surpresos com um acontecimento recorrente na cidade. Desde a semana passada, um doador anônimo resolveu deixar envelopes contendo dinheiro nas casas dos moradores. De acordo com informações do site UOL, a pessoa deixa os envelopes nas caixas de correio ou por debaixo das portas dos moradores.

Desde quando começaram a ocorrer os episódios na semana passada, por volta de 15 moradores da cidade teriam relatado que receberam envelopes com quantias diferentes, mas que continham até 100 euros, o que daria, mais ou menos, R$ 450, como teria relatado Nuria Simon, prefeita da cidade.

Agora, eles tentam descobrir o que motiva a doação do dinheiro. Os moradores especulam o motivo pelo qual estariam recebendo o dinheiro em suas portas e caixas de correio, visto que eles fazem parte de um grupo de pessoas que aparentemente não possuem nenhum vinculo, por se tratar de um pequeno vilarejo com cerca de 800 habitantes.

Na Espanha, alguns veículos de informação responsáveis por divulgar a história estariam chamando o doador anônimo de 'Robin Hood de Vilarramiel', em alusão ao personagem de histórias infantis que seria um fora-da-lei justiceiro que tirava as riquezas dos nobres e entregaria para os pobres.

Dessa forma, poderia se ajustar ao desconhecido que estaria distribuindo o dinheiro no pequeno vilarejo.

A prefeita da cidade declarou que todos estariam confusos, mas com expectativas quanto ao benévolo anônimo, mas que não fazem a menor ideia de quais seriam as intenções pro trás do fato. Alguns pessoas relataram que, junto com os envelopes marrons recheados de dinheiro, receberam mensagens que foram direcionadas para os destinatários.

Nuria relata que o vínculo entre as pessoas que teriam recebido o dinheiro não é estabelecido de nenhuma forma. São pessoas que não se conhecem e que não têm qualquer relação. Por exemplo, há uma viúva que divide a casa com seu filho, casais jovens com filhos, alguns casais de idosos, de meia-idade, ou seja, pessoas que aparentam não possuírem nenhum tipo de ligação que poderia levar à conclusão do caso.

Moradores recebem envelopes de benfeitor anônimo

Alguns moradores que receberam os envelopes do benfeitor anônimo se dirigiram à polícia e bancos para confirmar a veracidade das cédulas e denunciar o ocorrido, e tiveram como resposta que todas as cédulas recebidas eram de fato verdadeiras. Mesmo com a população confusa com os acontecimentos, não foi aberta nenhuma investigação da polícia por não constar ainda que nenhum crime foi cometido.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo