Bianca Andrade, a Boca Rosa, entrou no confinamento do "Big Brother Brasil 20" como sendo uma das influenciadoras mais populares do programa, contando com 9 milhões de seguidores no Instagram, além de 5 milhões de inscritos em seu canal no YouTube.

A influenciadora é dona de um império de beleza, e conta com marcas e produtos em seu nome. Contudo, a situação de Boca Rosa começou a ficar preocupante com sua entrada no "BBB20", visto que, dentro do programa, ela foi acusada pelo público de ter “passado pano” par as atitudes machistas de alguns dos homens da casa.

A grande diferença entre um influenciador e uma celebridade é justamente a autenticidade do mesmo, isso porque o influenciador acaba tendo uma relação mais próxima com seu público, e, quando esse vínculo com os seguidores passa por um rompimento, ele acaba passando por uma crise com a perda de seguidores, como foi analisado pela pesquisadora em Comunicação Digital da USP (Universidade de São Paulo), Issaaf Karhawi, em entrevista ao Notícias da TV.

Imagem de Boca Rosa é arranhada no 'BBB20'

Com as atitudes adotadas por Boca Rosa no confinamento, a imagem da influenciadora e de seus negócios acabou ficando prejudicada depois das críticas que foram feitas por ela ao movimento “girl power”, logo no início do mês, em uma conversa no confinamento.

A situação toda acontece após as mulheres terem ido tirar satisfação com Hadson Nery, Lucas Gallina e Felipe Prior ao descobrirem que os brothers haviam feito um plano para prejudicar a imagem das sisters que entraram no confinamento e eram comprometidas.

Depois de toda a confusão, o confinamento virou uma verdadeira guerra dos sexos, e Bianca decidiu ficar do lado dos homens. A influenciadora classificou a atitude das sisters como uma algazarra com “papinho de girl power”, e declarou que não suportava a atitude adotada por elas com base nisso, durante uma conversa que a sister teve com Guilherme Napolitano, no dia 3 de fevereiro.

Após, a sister passou a criticar duramente as mulheres do confinamento, e ficou ao lado dos homens. A atitude pegou muito mal com o público que assiste o programa.

Desde que entrou no confinamento, Bianca conquistou mais de 1 milhão de seguidores no Instagram, mas, logo quando a situação aconteceu no confinamento, ela começou a perder os seguidores que havia conquistado com sua entrada no programa.

No Twitter, pedidos como #ForaBocaRosa passaram a ser comuns. Apesar da fala contra o movimento “girl power”, Boca Rosa havia sido reconhecida pela revista Capricho, em 2016, justamente na categoria Girl Power, em parceria com uma marca de lâminas de depilação feminina. Na ocasião, Bianca chegou a declarar que, para ser girl power, era necessário acreditar em quem se é de verdade e ir atrás de seus sonhos.

Siga a página Tendências
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!